DEREK WALCOTT


Poeta e autor de peças teatrais santa-lucence (21/1/1930-). Prêmio Nobel de Literatura de 1992, sua obra é um retrato da cultura caribenha. Derek Alton Walcott nasce na cidade de Castries, na ilha de Santa Lúcia (Índias Ocidentais). Descendente de negros, alemães e ingleses, estuda na Universidade das Índias Ocidentais, na Jamaica. Começa a fazer poesia ainda na adolescência e, depois de formado, dá aula em colégios de Santa Lúcia e Granada. Também contribui com artigos para jornais de Trinidad e da Jamaica. Na década de 50, começa a escrever peças para o teatro, que são encenadas em Santa Lúcia. Entre 1958 e 1959, estuda teatro em Nova York. A partir dessa época divide o tempo entre Trinidad e Estados Unidos, tornando-se professor da Universidade de Boston. Seu primeiro livro de poesias, Green Night: Poems 1948-1960 (Noite Verde: Poemas 1948-1960), é publicado em 1962. Chama a atenção do público e da crítica pela maneira efusiva com a qual celebra a beleza natural das terras caribenhas. Nos livros seguintes, Selected Poems (Poemas Escolhidos, 1964), The Castaway (O Náufrago, 1965) e The Gulf (O Golfo, 1969), o poeta expressa a sensação de isolamento de alguém criado entre a orientação cultural européia e o folclore negro do Caribe. Escreve Sea Grapes (Uvas Marinhas, 1976), The Fortunate Traveler (O Viajante Afortunado, 1981), Midsummer (Meados de Verão, 1984) e Omeros (1990). Também é autor de mais de 30 peças, entre as quais se destacam Ti-Jean e Seus Irmãos (1958) e Pantomima (1978). Em setembro de 1994, lê algumas de suas histórias e lança essas gravações em CDs e fitas cassete pela internet. Seu trabalho mais recente é Tiepolo´s Hound, publicado em 2000. Em 2001, sua biografia é publicada por Bruce King com o título de Derek Walcott: a Caribbean Life.


publicado por LUCIANO às 06:29