JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADA E SILVA


Político paulista. Um dos homens públicos mais importantes do Império, um dos principais líderes da Independência do Brasil e tutor de dom Pedro II até a maioridade. José Bonifácio de Andrada e Silva (13/6/1763-6/4/1838) nasce em Santos. Ainda criança é enviado a Portugal para estudar em Coimbra e permanece na Europa por 36 anos. Em Lisboa atua como naturalista, geólogo e metalurgista e funda a primeira cátedra de metalurgia em uma universidade portuguesa. Entre seus trabalhos acadêmicos destaca-se a descrição de doze minerais novos. Em 1802 é homenageado pela Universidade de Coimbra com o título de doutor em filosofia natural. Retorna ao Brasil em 1819 e elege-se para a bancada brasileira nas Cortes Constitucionais de Lisboa. Inicialmente não revela intenções separatistas e procura apenas preservar as vantagens conquistadas pelo Brasil desde 1808. Com a inflexibilidade das cortes, transforma-se em ardoroso defensor da independência, adversário do absolutismo e adepto da Monarquia constitucional. Por influenciar bastante o príncipe regente durante o processo de independência, passa a ser conhecido como "Patriarca da Independência". No governo de dom Pedro I é nomeado ministro do Reino e dos Negócios Estrangeiros. Indispõe-se com o imperador durante o processo constituinte e, em 1823, é preso e exilado na França. Retorna ao Brasil seis anos depois e se reconcilia com dom Pedro I. Com a abdicação do imperador, em 1831, é nomeado tutor do príncipe herdeiro, dom Pedro II. É considerado uma das mais cultas personalidades de sua época, autor de diversas poesias com o pseudônimo de Américo Elísio. Afasta-se da política em 1835 e morre três anos depois, em Niterói.



publicado por LUCIANO às 11:25