IVANI RIBEIRO

Novelista e dramaturga paulista. Recordista no gênero, com cerca de 350 obras escritas para o rádio, a TV e o teatro. Cleyde de Freitas (1922-17/7/1995) nasce na cidade de Santos (SP), onde estuda até obter o diploma da Escola Normal. Chega a São Paulo para cursar a Faculdade de Filosofia, em 1939. O rádio era uma de suas metas de trabalho. Sua primeira oportunidade surge na Rádio Educadora, como intérprete de canções folclóricas e sambas - alguns de sua autoria - aos 17 anos. Logo alcança notoriedade, por meio de programas de sua criação, entre eles Teatrinho da Dona Chiquinha e As Mais Belas Cartas de Amor. O sucesso chega com a radiofonização de filmes famosos, em que atuava como autora e atriz, e com suas novelas. Em 1942 casa-se com Darcio Alves Ferreira, com que tem dois filhos e dois netos. Estréia na recém inaugurada TV Tupi ao escrever a série Eternos Apaixonados. Em 1963 produz sua primeira telenovela diária, Corações em Conflito, em que adapta umas de suas histórias de rádio, e, a seguir, A Moça Que Veio de Longe. Ganha grande projeção na TV Excelsior, na segunda metade da década de 60, quando escreve 13 novelas consecutivas - algo em torno de 1,6 mil capítulos -, todas com grande audiência. Com o fechamento da Excelsior, Ivani se reveza entre TV Tupi (Mulheres de Areia, 1973/1974, e A Viagem, 1975/1976), Record, SBT e Bandeirantes. Em 1982 estréia na Rede Globo com Final Feliz. Escreve então Amor com Amor Se Paga (1984), A Gata Comeu (1985), Hipertensão (1986) e o argumento de Quem É Você? (1996). Nesse período, são remontadas Mulheres de Areia (1993) e A Viagem (1994). Morre em São Paulo.



publicado por LUCIANO às 13:01