Menachem Begin

Político israelense (16/8/1913-9/3/1992). Nasce em Brest-Litovsk, na Rússia. Em 1935 gradua-se em direito pela Universidade de Varsóvia, na Polônia. Nessa época, passa a liderar a organização sionista Betar, que visa organizar um estado judeu na Palestina. Durante a II Guerra Mundial, alista-se no Exército polonês. Em 1942 vai para a Palestina, onde comanda o grupo Irgun Zvai Leumi, de resistência às autoridades britânicas que ocupam a região desde a I Guerra Mundial. Lidera o grupo até 1948, quando o Estado de Israel é proclamado na Palestina e o Irgun transforma-se no partido político Herut. No ano seguinte é eleito para o parlamento do novo país. Em 1977, na liderança do bloco Likud, que une os partidos de oposição ao governo trabalhista, vence as eleições e torna-se primeiro-ministro. Um ano mais tarde, encontra-se com o presidente egípcio Anuar al-Sadat e inicia as negociações de paz entre os dois países, em conflito desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967. Pelo esforço em negociar a paz, os dois líderes recebem o Prêmio Nobel da Paz de 1978. Em 1979 é assinado o acordo pelo qual Israel devolve o Sinai ao Egito. Em 1982, Begin autoriza a invasão do Líbano, para destruir ali o quartel-general da Organização para a Libertação da Palestina, o que lhe vale a oposição da opinião pública mundial. Deixa o governo em setembro de 1983 e afasta-se da política. Morre em Telavive.



publicado por LUCIANO às 12:29