GIOACCHINO ANTONIO ROSSINI


Compositor italiano (29/2/1792-13/11/1868). Autor de óperas cômicas, transforma as estruturas tradicionais do gênero e tem sua obra valorizada no século XX. Filho de um trompetista e de uma cantora lírica, Gioacchino Antonio Rossini nasce em Pesaro e passa a infância em teatros. Aos 14 anos, entra para a Escola Filarmônica de Bolonha e compõe sua primeira ópera Demetrio e Polibio (1806). Escreve várias óperas cômicas, como La Cambiale di Matrimonio (1810), L''Equivoca Stravagante (1811) e La Pietra del Paragone (1812), escrita sob encomenda para a casa de óperas La Scala, de Milão. Sua primeira ópera em estilo sério, Tancredi (1813), é apresentada em Veneza. Nessas obras, inova valorizando a orquestração, à qual subordina a voz do cantor. Depois de uma série de insucessos, compõe em 1816 Almaviva, que fica conhecida como Il Barbiere di Siviglia. No início recebida com frieza, a obra acaba se tornando um dos maiores sucessos do repertório operístico. Desgostoso com o público de seu país, muda-se para Paris em 1823. Sua última ópera é Guillaume Tell (1829), depois da qual escreve apenas músicas sacras e concertos. Morre em Passy, perto de Paris.



publicado por LUCIANO às 13:33