ERIC HOBSBAWM


Historiador egípcio naturalizado britânico, um dos mais importantes intelectuais contemporâneos. Filho de um casal anglo-austríaco, Eric Hobsbawn (9/06/1917-) nasce em Alexandria, Egito. Educa-se em Viena, na Áustria, e Berlin, na então Alemanha Oriental. Neste país, tem contato com o Manifesto Comunista, cuja ideologia marca para sempre sua visão de mundo. Em 1933, muda-se para Londres. Aos 19 anos, estudando em Cambridge, entra para o Partido Comunista e começa a freqüentar o grupo de intelectuais de esquerda chamado Apóstolos. Segue a carreira acadêmica com brilhantismo, e, aos 30 anos, é nomeado professor de história da Universidade de Londres. Leciona como professor visitante em universidades da Europa e da América e torna-se ainda membro da Academia Britânica e da Academia Americana de Artes e Ciências. Casado com Marlene Schwarz desde 1962, Hobsbawn tem duas filhas. O primeiro grande trabalho – Rebeldes Primitivos, sobre a marginalidade – é publicado em 1959. A partir daí, produz uma vasta bibliografia em que se destacam A Era da Revolução (1962); A Era do Capital (1975); A Era dos Impérios (1987); e A Era dos Extremos (1994). Eterno militante de esquerda, Hobsbawn olha para a história com a visão marxista da luta de classes. Em 2002, lança sua autobiografia, Tempos Interessantes.



publicado por LUCIANO às 19:10