FEDERICO GARCÍA LORCA


Poeta e dramaturgo espanhol (5/6/1898-19/8/1936). Federico García Lorca é considerado um dos mais importantes escritores modernos de língua espanhola. Canta com versos de extrema sensibilidade a alma popular da Andaluzia. Natural de Fuentevaqueros, por meio de sua poesia se identifica com mouros, judeus, negros e ciganos, alvo de perseguições no decorrer da história de sua região. Ele próprio sente na pele a discriminação com que os espanhóis da época tratam o homossexualismo. Jamais deixou de manifestar aversão pelos fascistas e pelos militares franquistas. Vive dois anos em Nova York (EUA), onde escreve poemas que só são publicados após sua morte. De volta à Espanha, em 1931, dirige a La Barraca, companhia teatral ambulante do governo republicano espanhol que percorre as aldeias de todo o país. Sua tragédia rural Bodas de Sangue (1933), uma história verdadeira de ciúme e morte entre camponeses da Andaluzia, abre uma nova era no teatro moderno. Em 1934 já é o mais famoso poeta e dramaturgo espanhol vivo. Morre jovem, fuzilado em Viznar pelos franquistas no início da Guerra Civil Espanhola. Outras peças importantes suas são Yerma (1934) e A Casa de Bernarda Alba (1936).


publicado por LUCIANO às 10:55