GIORGOS SEFERIS


Poeta, ensaísta e diplomata grego (13/3/1900-20/9/1971). Prêmio Nobel de Literatura de 1963, é um dos poetas mais importantes da geração de 30, que introduz o simbolismo na moderna literatura grega. Giorgos Stylianou Seferiades nasce na cidade de Esmirna, na Anatólia, atual Turquia. Estuda direito em Paris, ingressa no serviço diplomático grego e serve em Londres e na Albânia até a II Guerra Mundial. Durante o conflito, é obrigado a exilar-se, juntamente com o governo livre da Grécia. Entre 1957 e 1962 presta serviços como embaixador grego em alguns países árabes e em Londres, onde participa da negociação para a independência de Chipre. Em 1931 publica a primeira coletânea de poemas, O Ponto Crítico, com a qual é aclamado pela crítica como o poeta do futuro. Seguem-se A Cisterna (1932), História Mítica (1935), Livro de Exercícios (1940) e dois volumes de Poemas, um de 1940 e o outro de 1950. Seu lirismo refinado e a beleza de suas imagens trazem vida nova à poesia grega. Morre em Atenas.



publicado por LUCIANO às 13:28