Ranieri Mazzilli

Político paulista. Assume interinamente a Presidência da República cinco vezes, entre 1959 e 1965.Paschoal Ranieri Mazzilli (27/4/1910 - 21/4/1975) nasce em Caconde, filho de imigrantes italianos e cafeicultores bem-sucedidos na região. Estuda até o secundário na cidade e matricula-se em 1930 na Faculdade de Direito de São Paulo, mas interrompe os estudos por causa da Revolução de 1930. Muda-se para Taubaté (SP) em 1931 e trabalha como coletor fiscal até a Revolução Constitucionalista de 1932, quando é destituído da função. Retorna à capital paulista em 1933, edita por dois anos a revista Boletim Fiscal e, em 1935, retoma o cargo de coletor. Transferido para o Rio de Janeiro, no ano seguinte, volta a estudar direito na Faculdade de Niterói e conclui o curso em 1940. Em 1942 torna-se diretor do Tesouro Público Nacional e empreende várias reformas na Recebedoria do Distrito Federal, na época, o Rio de Janeiro. Na capital federal exerce o cargo de diretor da Divisão de Imposto de Renda (1945) e de secretário-geral de Finanças (1946). Membro do Partido Social Democrático (PSD), entra para a política em 1947, nomeado diretor da Caixa Econômica Federal. Elege-se deputado federal por São Paulo em 1950, 1954, 1958 e 1962. Como presidente da Câmara dos Deputados, assume a Presidência da República em cinco ocasiões, substituindo Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros (após a renúncia), mais duas vezes no mandato regular de João Goulart e, finalmente, quando este é deposto. Em 1966 não consegue reeleger-se deputado e retira-se da vida pública para cuidar das fazendas da família.



publicado por LUCIANO às 17:37