FÍDIAS


Escultor grego (490 a.C.-430 a.C.). Considerado o maior escultor grego do período clássico, é o criador do Parthenon e das estátuas dos deuses gregos. Há poucas informações sobre sua vida e não se sabe ao certo o local de seu nascimento. Entre seus primeiros trabalhos está uma estátua de bronze para celebrar a vitória dos gregos sobre os persas na Batalha de Maratona. Por volta de 456 a.C., a obra é levada para a Acrópole de Atenas. Com a segunda invasão persa a cidade é saqueada, tendo casas e templos destruídos. Durante o período de reconstrução, Fídias é nomeado por Péricles para desenhar e supervisionar a construção do Parthenon e do templo da deusa Atena, na Acrópole. Em 438 a.C. executa a estátua de Atena, feita de ouro e marfim, e 92 esculturas em relevo, usadas como friso ao longo dos muros da Acrópole. É acusado de heresia por colocar seu retrato e o de Péricles nas portas do templo da cidade. Há versões divergentes sobre os últimos dias de Fídias. Uns afirmam que sua morte ocorre na prisão. Outros dizem que ele consegue fugir para Olímpia, onde morre depois de construir a estátua de Zeus, uma das sete maravilhas do mundo antigo.



tags:
publicado por LUCIANO às 20:31