LUDWIG VAN BEETHOVEN


Compositor alemão (1770-26/3/1827), o mais importante nome do romantismo na música erudita. Nasce em Bonn, filho de Johann van Beethoven, homem emocionalmente instável, que bebe muito e lhe ensina música com o intuito de transformá-lo em menino prodígio. Beethoven evolui lentamente, mas aos 18 anos já é o responsável pelo sustento da família. Em 1787 é enviado a Viena para ter aulas com Wolfgang Amadeus Mozart, mas volta dois meses depois por causa da morte da mãe. Muda-se para Viena, e lá estuda com o compositor Joseph Haydn. Impressiona o meio artístico vienense com sua música e sua personalidade temperamental. Entre as obras da época estão Opus 1 e Opus 2 para Piano, Sinfonia No 1 em Dó (1800) e Sinfonia No 2 em Ré (1802). Em 1802 começa a ficar surdo, o que dá início à segunda etapa de sua vida. A deficiência o deprime, ele pensa em se suicidar, mas supera a crise. Nessa fase compõe a Terceira Sinfonia, a Heróica, com o dobro de duração das peças da época. Outros trabalhos do período são: Sonata Kreuzer (1803), as sinfonias de 4 a 7 e a ópera Fidelio (1805), em que expressa arrependimento por não ter se casado. Em 1813 a surdez piora, tornando-o cada vez mais irascível. Faz a última apresentação pública ao piano em 1814. Algumas obras dessa fase: Variações Diabólicas (1820-1823), as últimas sonatas para piano e a Nona Sinfonia, com seu famoso coral sinfônico. Em 1826 adoece e morre de hidropisia em Viena.
publicado por LUCIANO às 10:08