BIDU SAYÃO


Soprano fluminense. A mais famosa cantora lírica brasileira, consagrada na Europa e nos Estados Unidos. Balduína de Oliveira Sayão (11/5/1906 - 13/3/1999) nasce na cidade do Rio de Janeiro. Artista precoce, aos 10 anos canta, declama e toca clássicos no piano. Com 16, muda-se para a cidade de Nice, na França, onde estuda canto. Estréia como cantora de ópera no Teatro Constanzi de Roma em 1926 e, no mesmo ano, apresenta-se no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Em 1930 é contratada para integrar a Orquestra Filarmônica de Nova York, nos Estados Unidos. Torna-se conhecida dos norte-americanos em 1935, após se apresentar no Town Hall, de Nova York. Em 1937 estréia na Metropolitan Opera House. Ingressa no elenco permanente da Metropolitan e, em 1938, canta na Casa Branca a convite do presidente Franklin D. Roosevelt. Afasta-se da vida artística no auge da carreira, em 1958, quando grava no Carnegie Hall de Nova York A Floresta Amazônica, a pedido do compositor e maestro brasileiro Heitor Villa-Lobos. Volta ao Brasil em 1995 para participar do desfile de Carnaval em que é homenageada pela Escola de Samba Beija-Flor. Morre de pneumonia em Rockland, no estado do Maine, EUA.



publicado por LUCIANO às 13:31