Nilton Santos

Nilton Santos (16/5/1925-) nasceu no Rio de Janeiro e jogou 16 anos de Botafogo. É a Enciclopédia do Futebol. Em parte por sua extraordinária visão de jogo. Mas, sobretudo, porque fez o que os teóricos só fariam anos depois. Ele iniciou a participação efetiva dos jogadores de defesa nas ações de ataque. Dono de um estilo técnico, tinha um perfeito sentido de cobertura, passes precisos, dribles desconcertantes. Adorava avançar pela faixa esquerda do campo.Carioca da Ilha do Governador, Nilton Santos era atacante nas peladas de rua. Em 1948, foi apresentado a Zezé Moreira, então treinador do Botafogo, e treinou como zagueiro. Em pouco tempo, o técnico o considera o melhor lateral-esquerdo do Brasil. Campeão carioca naquele ano de estréia no clube, ganha uma chance na Seleção Brasileira. Mas amarga a reserva, tanto no Sul-Americano daquele ano quanto na Copa de 1950. Flávio Costa, o técnico da Seleção, achava que zagueiro deveria jogar com chuteira de bico duro e evitar dribles. Sua refinada categoria o fez titular nos três Mundiais seguintes (apenas em 1954 o Brasil não venceu). Na Copa da Suíça, confundiu os jornalistas locais que acharam que o Brasil contava com os "irmãos Santos" nas duas laterais. Só no decorrer da competição entederam que o branco Nilton e o negro Djalma tinham pais bem diferentes. Ao lado de craques como Garrincha, Didi, Gérson e Zagallo, escreve uma das mais belas páginas da história do time da estrela solitária, sagrando-se quatro vezes campeão carioca pelo Botafogo. Nilton Santos permaneceu toda a sua carreira (18 anos) no clube e despediu-se do futebol em 1964.



publicado por LUCIANO às 05:22