Nelson Rodrigues

Dramaturgo, romancista e jornalista pernambucano. Um dos principais autores do teatro brasileiro, sua obra aborda temas polêmicos, como o tabu do incesto, o adultério e a morte. Nélson Falcão Rodrigues (23/8/1912-21/12/1980) nasce no Recife e muda-se ainda criança para o Rio de Janeiro. Aos 13 anos começa a trabalhar em jornal. Em 1941 escreve a primeira peça, A Mulher sem Pecado. Revoluciona o teatro nacional com Vestido de Noiva (1943). O texto fragmentário apresenta ações simultâneas em tempos diferentes e a coexistência de três planos (realidade, memória e alucinação). Sua obra teatral é assim classificada pelo crítico Sábato Magaldi: peças psicológicas (nas quais se incluem as duas primeiras), peças mitológicas (Anjo Negro e Álbum de Família) e tragédias cariocas (A Falecida e O Beijo no Asfalto). Suas obras causam polêmica ao abordar temas sexuais e morais, como incesto e virgindade, infidelidade e traição, de forma mórbida, obsessiva e moralista. Sua vida pessoal é marcada por tragédias, como o assassinato do irmão e o filho torturado pelo regime militar de 1964, que ele defendia. Escreve os romances Meu Destino É Pecar e O Casamento. Deixa 17 peças. Em 1968 publica suas crônicas nos livros As Confissões de Nélson Rodrigues e O Óbvio Ululante.



publicado por LUCIANO às 12:10