CAMARGO GUARNIERI

Compositor, pianista e maestro paulista. Um dos autores mais interpretados no Brasil e no exterior, recebe o título de Maior Compositor Contemporâneo das Três Américas. Mozart Camargo Guarnieri (1º/2/1907 - 13/1/1993) nasce em Tietê, filho do imigrante italiano Miguel Guarnieri, que gosta de batizar seus filhos com nomes de grandes músicos. Aos 11 anos compõe sua primeira obra, Sonho de Artista. Em 1923 muda-se com a família para a capital paulista, passa a tocar piano em cinemas e cafés e estuda no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo, onde mais tarde lecionará. Aos 21 anos conhece o escritor Mário de Andrade, seu mestre intelectual e amigo, principal influência do nacionalismo que caracteriza sua obra. Compõe mais de 700 peças e é um dos autores nacionais mais interpretados no exterior. Recebe inúmeros prêmios, condecorações e medalhas, que somam mais de 100 títulos nacionais e internacionais de composição. Em sua obra se destacam a ópera Pedro Malazarte (1932), o Concerto para Violino e Orquestra (1942), a Sinfonia N.º 3 (1954) e a Suíte Vila Rica (1958). Funda em 1959 a Academia Brasileira de Música e dirige, a partir de 1975, a Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (USP). Morre aos 85 anos, em São Paulo, logo depois de receber o Prêmio Gabriela Mistral, pela Organização dos Estados Americanos (Washington), com o título de Maior Compositor Contemporâneo das Três Américas.



publicado por LUCIANO às 15:13