MÃE MENININHA DO GANTOIS

Mãe-de-santo (Ialorixá, na língua ioruba) baiana. Comanda durante 64 anos o mais importante terreiro de candomblé do Brasil. Maria Escolástica da Conceição Nazaré (10/2/1894 - 13/8/1986) nasce em Salvador. Sua família pertence a uma linhagem com raízes em Abeukutá, na Nigéria, de onde veio sua avó, fundadora do terreiro da nação Ketu na fazenda dos franceses Gantois. É iniciada no candomblé por sua tia Pulquéria e em 1922, aos 28 anos, é designada para suceder a mãe, Maria dos Prazeres, no comando do terreiro. Casa-se com o advogado descendente de ingleses Álvaro McDowell de Oliveira, que morreria em 1949, com quem tem duas filhas. Com ele deixa Salvador por apenas duas vezes, em visita ao Rio de Janeiro. Menininha enfrenta a proibição da realização dos cultos aos orixás de candomblé no Brasil e, em seus 92 anos de vida dedicados à religião, torna-se personagem respeitada e atuante na vida política e social do Brasil, chegando a ser confidente de muitos políticos e artistas, entre eles Getúlio Vargas, João Goulart, Adhemar de Barros, Antônio Carlos Magalhães, Paulo Maluf, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Vinicius de Moraes, Dorival Caymmi, Jamelão, Jorge Amado. Morre de peritonite aguda em Salvador.



publicado por LUCIANO às 05:30