J. D. SALINGER


Escritor norte-americano. Um dos nomes mais importantes da literatura norte-americana deste século. Seu romance mais conhecido é O Apanhador no Campo de Centeio. Jerome David Salinger (1º/1/1919-) nasce em Nova York, filho de pai judeu e de mãe cristã. Freqüenta escolas públicas e depois uma academia militar. Estuda pouco tempo nas universidades de Nova York e Columbia, mesmo período em que começa a escrever contos – alguns publica em periódicos norte-americanos. Presta serviço militar entre 1942 e 1946 e participa da II Guerra Mundial, experiência que marca sua vida e obra. De volta aos Estados Unidos, passa a colaborar na revista The New Yorker. Em 1948, publica Um Dia Perfeito para o Peixe-Banana, livro elogiado pela crítica e sucesso de público. O Apanhador no Campo de Centeio é editado em 1951. A obra, que trata dos dramas cotidianos da juventude norte-americana, obtém êxito imediato entre a juventude universitária. A linguagem coloquial e humorística e o jargão típico dos adolescentes revolucionam a escrita literária da época. Dois anos mais tarde, retira-se da vida pública para viver no campo. Escreve, entre outros livros, Fanny and Zooney (1961), Pra Cima com a Viga, Moçada (1962) e Seymor: Uma Introdução (1963). Em 2002, a imprensa americana especula sobre o possível lançamento de Hapworth 16, 1924, inédito como livro, mas já editado como novela em 1965, quando foi publicada pela revista New Yorker. No entanto, depois de meses de boatos, nenhum livro aparece. O autor, que vive recluso, está sem publicar desde 1963.



publicado por LUCIANO às 12:58