mais sobre mim

subscrever feeds

tags

todas as tags

Visitas Hoje

Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CATARINA II, A GRANDE


Imperatriz da Rússia (2/5/1729-17/11/1796). Ao lado de Frederico II, da Prússia, e de Maria Teresa e José II, da Áustria, compõe o grupo dos déspotas esclarecidos, monarcas que governam de acordo com os princípios do iluminismo, mas mantêm o poder absoluto. Nasce em Stettin, na Alemanha, filha do duque de Anhalt-Zerbst. Aos 14 anos, é destinada para o casamento com o grão-duque Pedro, herdeiro do trono russo. Chega à Rússia em 1744 e se casa no ano seguinte. Na época, quem reinava era a imperatriz Elisabeth. Quando ela morre, em 1762, o marido de Catarina assume o trono como Pedro III. Violento e alcoólatra, é odiado pelos súditos, ao passo que Catarina tem o apoio da corte e do povo. Poucos meses depois da posse, um golpe de estado obriga Pedro III a abdicar e, oito dias depois, ele é assassinado. Embora suspeita de tramar a morte do marido, Catarina é coroada imperatriz. Durante seu reinado, de 34 anos, a Rússia conquista parte da Polônia em 1764, ganha territórios da Turquia em 1774 e anexa o oeste da Ucrânia em 1792. A imperatriz funda escolas, desenvolve as comunicações e desapropria as terras do clero, que na época possuía um terço do total de propriedades e servos da Rússia. Corresponde-se com filósofos, principalmente com os enciclopedistas franceses Diderot e Voltaire, e procura governar segundo os ideais deles. Funda a Universidade de Moscou, tolera todas as seitas religiosas e inibe a tortura e a pena de morte. Morre em São Petersburg.



publicado por LUCIANO às 20:38
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CAZUZA


Cantor e compositor fluminense. Um dos principais ídolos da geração do rock dos anos 80, considerado um poeta da canção. Agenor de Miranda Araújo Neto (4/4/1958 - 7/7/1990) nasce no Rio de Janeiro e é criado em Ipanema. Ganha o apelido de Cazuza, que significa moleque no Nordeste, ainda antes de nascer. O pai, João Araújo, é de origem pernambucana e usa o nome como brincadeira ao comentar a gravidez. Cazuza estuda no Colégio Santo Inácio, de padres jesuítas – de onde é expulso em 1972 –, e no Anglo-Americano. Atua como cantor pela primeira vez na peça Pára-Quedas do Coração, montagem de conclusão do curso de teatro que apresenta com Perfeito Fortuna, do grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone. Torna-se vocalista da banda Barão Vermelho no ano seguinte e chega ao sucesso em 1983, com a música Bete Balanço, da trilha do filme homônimo dirigido por Lael Rodrigues e estrelado por Débora Bloch. Suas composições começam a chamar a atenção pela qualidade das letras, que mesclam poesia e crítica social e refletem os conflitos e valores de uma geração pós-Guerra Fria. Em 1984 lança seu último sucesso com o Barão Vermelho, Maior Abandonado, e começa a carreira-solo no ano seguinte. Em 1985, apesar de ter tido resultado negativo no exame de HIV, apresenta a primeira infecção oportunista em decorrência da Aids. Em 1987 confirma ser soropositivo e passa dois meses hospitalizado em Boston, nos Estados Unidos, submetendo-se a tratamento com AZT. Em 1988 grava Ideologia e recebe o Prêmio Sharp de Música. Em 1989 admite publicamente a doença e lança seu último trabalho, o álbum duplo Burguesia. Morre aos 32 anos, no Rio de Janeiro.



tags:
publicado por LUCIANO às 20:35
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CECÍLIA MEIRELES


Escritora fluminense. É uma das maiores poetisas da língua portuguesa. Cecília Meireles (7/11/1901 - 9/11/1964) nasce na cidade do Rio de Janeiro. Fica órfã ainda criança e é educada pela avó materna. Forma-se professora primária em 1917 e dedica-se ao magistério. Em 1919 publica seu primeiro livro de poesias, Espectros, de tendência parnasiana. Já em Nunca Mais e Poema dos Poemas (1923) e Baladas para El-Rei (1925) manifesta elementos do simbolismo. A partir de 1922 aproxima-se da corrente espiritualista, a ala católica do modernismo. Leciona na Universidade do Distrito Federal (1936-1938) e na Universidade do Texas (1940). Viaja por Europa, Estados Unidos e Oriente. Em 1953 lança Romanceiro da Inconfidência, um dos marcos da literatura social brasileira, no qual recria poeticamente a saga de Tiradentes e dos demais inconfidentes nas Minas Gerais do século XVIII. Lírica, intimista e mística, aborda os temas da precariedade da vida, do amor, da morte e da fugacidade do tempo. Seu estilo é extremamente pessoal e não permite classificar sua obra em uma escola literária específica. Traduz autores importantes, como García Lorca e Virginia Woolf. Morre no Rio de Janeiro.



publicado por LUCIANO às 20:33
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CELSO FURTADO

Economista paraibano. Criador da Sudene, membro da Academia Brasileira de Letras, é um dos mais influentes pensadores brasileiros. Celso Monteiro Furtado (26/7/1920-) nasce em Pombal e forma-se em direito no Rio de Janeiro em 1944. Durante a II Guerra Mundial integra a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e luta na Itália. Forma-se em economia e doutora-se na França (1948). Em 1949, passa a integrar a Comissão Econômica para a América Latina (Cepal, órgão da ONU) e preside o Grupo Misto de Estudos BNDE-Cepal (1953-1957), cujo trabalho embasou o Plano de Metas de Juscelino Kubitschek. Em 1958, integra a diretoria do Banco Nacional para o Desenvolvimento Econômico, propõe a criação da Superintendência para o Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e torna-se seu primeiro superintendente. Ministro extraordinário do Planejamento no governo João Goulart, elabora o Plano Trienal, que propõe as reformas de base. Após o golpe de 1964, tem os direitos políticos cassados e exila-se. É professor nas universidades de Cambridge (Inglaterra), Sorbonne (França) e Washington (EUA). Volta ao Brasil em 1974 e é nomeado ministro da Cultura do governo José Sarney. Sua obra inclui cerca de 20 livros de análise de questões e problemas do desenvolvimento econômico no Brasil. Defende a industrialização do país, a diversificação de sua estrutura produtiva, medidas que melhorem a distribuição de renda, reforma agrária, reorganização administrativa e fiscal. É autor do livro Formação Econômica do Brasil (1959, considerado um clássico), O Brasil Pós-Milagre (1981), A Fantasia Desfeita (memórias, 1989), entre outros. Em 1997, é eleito membro da Academia Brasileira de Letras. No mesmo ano é organizado em Paris, pela Maison des Sciences de l'Homme e pela UNESCO, o congresso internacional "A contribuição de Celso Furtado para os estudos do desenvolvimento", reunindo especialistas do Brasil, dos Estados Unidos, da França, da Itália, do México, da Polônia e da Suíça. No mesmo ano é criado pela Academia de Ciências do Terceiro Mundo, com sede em Trieste, na Itália, o Prêmio Internacional Celso Furtado, conferido a cada dois anos ao melhor trabalho de um cientista do Terceiro Mundo no campo da economia política. É doutor honoris causa pelas universidades Técnica de Lisboa, Estadual de Campinas (Unicamp), Federal de Brasília, Federal do Rio Grande do Sul, Federal da Paraíba e pela Université Pierre Mendès-France, de Grenoble, França. Em 2000 a Galeria Manuel Bandeira, no Rio de Janeiro, é sede da exposição Celso Furtado: Vocação Brasil, que apresenta uma síntese de sua produção intelectual em 32 livros, com 53 traduções, um painel fotográfico, diários e documentos. Em 2002 lança Em Busca de Novo Modelo - Reflexões sobre a Crise Contemporânea. Furtado sofre de artrose e vive com a mulher, a jornalista Rosa Freire d’Aguiar, em Copacabana, Rio de Janeiro.



publicado por LUCIANO às 20:31
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CÉSAR GUERRA-PEIXE

Compositor, arranjador, violinista e regente fluminense. Um dos mais representativos músicos da corrente nacionalista, alia o dodecafonismo a temas folclóricos. César Guerra-Peixe (18/3/1914 - 26/11/1993) nasce em Petrópolis e começa a estudar teoria musical aos 9 anos. Aos 13 compõe sua primeira música, o tango Otília. Aos 30 escreve sua primeira obra dodecafônica. Em 1947 recusa convite para estudar na Suíça. Prefere trabalhar em uma rádio de Pernambuco, o que lhe dá oportunidade para coletar material folclórico da região, como maracatus e catimbós. Autor de duas sinfonias, uma das quais dodecafônica, duas suítes sinfônicas e várias peças para orquestra de câmara, faz também diversos arranjos de música popular. Presença importante do cinema no Brasil, participa de 28 filmes, dos clássicos do diretor Alberto Cavalcanti às chanchadas da Atlântida, cuidando da direção musical ou escrevendo a trilha sonora. Professor de composição, escreve alguns trabalhos sobre música, como Maracatus do Recife (1956). A partir dos anos 70 se apresenta em concertos em inúmeras cidades do Brasil. Morre em novembro de 1993, no Rio de Janeiro.



publicado por LUCIANO às 20:28
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CÉSAR LATTES


Físico paranaense. Descobridor do méson pesado, a quinta partícula elementar de matéria, que mantém unidos os prótons e nêutrons do núcleo do átomo e explica sua estabilidade. Cesare Mansueto Giulio Lattes (11/7/1924-) nasce em Curitiba, onde passa a maior parte da infância. Em 1943, forma-se pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São Paulo. No ano seguinte viaja para a Inglaterra acompanhado de seu professor, o físico italiano Giuseppe Occhialini. Em 1947, vai para os Andes bolivianos, onde realiza experiências em que expõe chapas fotográficas à ação dos raios cósmicos. Ao examinar o material juntamente com Occhialini e o físico inglês Cecil Power, consegue comprovar a existência do méson pesado, também chamado méson pi. No ano seguinte, na Universidade de Berkeley (EUA), obtém a produção artificial da partícula. As descobertas provocam grande repercussão nos meios científicos, e Lattes é convidado pelo secretário da Academia Sueca a se candidatar ao Prêmio Nobel de Física. Concorre em 1951 e perde por apenas dois votos. Em 1969, dirigindo uma equipe de físicos brasileiros e japoneses, determina a massa das chamadas bolas de fogo, fenômeno decorrente do choque de partículas subatômicas com energia muito alta. As bolas de fogo são consideradas a sexta partícula da matéria. Recebe, em 1978, da Organização dos Estados Americanos (OEA), o Prêmio Bernardo Houssay pela sua contribuição ao progresso da física na América Latina. Com os 30 mil dólares recebidos, financia duas bolsas de estudo, uma em engenharia de alimentos, outra em engenharia agrícola. Leciona na Universidade de São Paulo (USP) e na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em janeiro de 1994, aposenta-se da Universidade de Campinas (Unicamp), onde ministrava um curso sobre a estrutura da matéria e das radiações. Ícone para a Física brasileira, suas experiências ainda exercem forte influência na física contemporânea.




publicado por LUCIANO às 19:25
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CHACRINHA


Comunicador de rádio e televisão pernambucano. Apresentador de programas de auditório, sucesso na TV dos anos 50 aos 80. José Abelardo Barbosa de Medeiros (20/1/1916-30/7/1988) nasce na cidade de Surubim e, aos 10 anos, muda-se com a família para Campina Grande, na Paraíba. Aos 17 anos vai estudar no Recife. Começa a cursar faculdade de medicina em 1936 e, no 3º ano, tem seu primeiro contato com o rádio ao dar uma palestra sobre alcoolismo. Interrompe os estudos e vai para o Rio de Janeiro, onde se torna locutor na Rádio Tupi. Em 1943 lança na Rádio Fluminense um programa de músicas de Carnaval chamado Rei Momo na Chacrinha, que faz muito sucesso. Passa então a ser conhecido como Abelardo Chacrinha Barbosa. Em 1956 estréia na televisão com o programa Rancho Alegre, na TV Tupi, na qual começa a fazer também a Discoteca do Chacrinha. Em seguida vai para a TV Rio e, em 1970, é contratado pela Rede Globo. Dois anos depois volta para a Tupi. Em 1978 transfere-se para a TV Bandeirantes e, em 1982, retorna à Globo. Alcança grande popularidade com seus programas de calouro, nos quais apresenta-se com roupas engraçadas e espalhafatosas, aciona uma buzina de mão para desclassificar os calouros e emprega um humor debochado, utilizando bordões e expressões que se tornariam populares, como "Terezinha!", "Vocês querem bacalhau?" e "Quem não se comunica, se trumbica!". Anualmente, lança em seu programa uma marchinha para o Carnaval. Conhecido como Velho Guerreiro, em 1987 é homenageado pela escola de samba carioca Império Serrano. Morre de infarto aos 72 anos, no Rio de Janeiro.



tags:
publicado por LUCIANO às 19:22
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CHAMPOLLION


Historiador e orientalista francês (23/12/1790-4/3/1832). Criador da egiptologia, decifra a escrita hieroglífica do Egito antigo. Nasce na cidade francesa de Figeac e cedo mostra aptidão para o estudo de escritas antigas. Aos 16 anos, domina vários idiomas, entre eles latim, grego e árabe. Com 19, continua os estudos em Paris e torna-se professor de história no Liceu de Grenoble. Buscando decifrar os hieroglifos egípcios, durante anos analisa a Pedra da Rosetta, bloco de basalto encontrado na cidade egípcia de mesmo nome em 1799. Verifica que o achado contém um texto em grego e símbolos hieroglíficos. Em 1821 e em 1822 publica ensaios sobre os elementos descobertos na peça estudada. É o primeiro pesquisador a reconhecer que alguns sinais da escrita egípcia são alfabéticos; outros, silábicos; e os demais, determinativos (um único símbolo representa o objeto que se quer expressar). Em 1831 assume a cadeira de egiptologia no Collège de France, criada especialmente para ele. De sua obra se destacam a Gramática Egípcia e o Dicionário de Egípcio, publicados postumamente. Morre em Paris.



publicado por LUCIANO às 19:20
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CHARLES A. LINDBERGH


Aviador norte-americano (4/2/1902-26/8/1974). O primeiro a atravessar o Atlântico sem escala. Nasce em Detroit, Michigan. Em 1920 começa o curso de engenharia na Universidade de Wincosin, em Madison, mas pouco depois se transfere para a escola de aviação de Lincoln, Nebraska. Em 1924 torna-se cadete da reserva. Trabalha como piloto do correio aéreo do grupo financeiro St. Louis, que o financia para a compra do avião monomotor Spirit of St. Louis. Com ele, voa de Nova York a Paris, em 33,5 horas, em 20 e 21 de maio de 1927, o que o torna herói do dia para a noite e lhe vale um prêmio de 25 mil dólares. Casa-se com Anne Morrow em 1929, co-piloto e navegadora do marido em muitos vôos. Em 1932, o filho de 2 anos, Charles Augustus Jr., é seqüestrado e morto. Desgostoso, o piloto muda-se para a Europa. Volta para os Estados Unidos (EUA) em 1939 e defende a neutralidade do país na II Guerra Mundial. Com a entrada dos EUA no conflito, realiza vôos de combate no Pacífico. Terminada a guerra, participa de uma comissão norte-americana que vai à Europa estudar os progressos da aviação alemã. É nomeado general-de-brigada da reserva em 1954. Publica cinco livros, entre eles The Spirit of St. Louis, de 1954, que descreve o vôo a Paris, pelo qual recebe o prêmio literário Pulitzer. É consultor da Pan-American Airways e do departamento de defesa norte-americano para assuntos de aeronáutica. Morre em Maui, no Havaí.



publicado por LUCIANO às 19:18
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CHARLES BABBAGE


Matemático britânico (26/12/1791-18/10/1871). Inventor de uma máquina de calcular considerada precursora do computador. Nasce em Teignmouth, no condado de Devon, e estuda em Cambridge, onde, depois de formado, leciona matemática e realiza pesquisas. Em 1811 decide desenvolver um aparelho de calcular capaz de eliminar os freqüentes erros produzidos pelo método manual, usado nas tabelas astronômicas e de navegação feitas com a supervisão de matemáticos. Pronto em 1822, o equipamento protótipo de Babbage trabalha com oito posições decimais e calcula diferenças finitas. Em 1833 cria o projeto da máquina analítica, capaz de somar, subtrair, dividir e multiplicar, efetuar operações em seqüência e armazenar os resultados intermediários de até mil números de 50 dígitos, antecipando o futuro computador. Depois de executar o processamento dos dados, a máquina reproduz os resultados em cartões perfurados ou em relatório impresso. O governo inglês considera a invenção – muito avançada para a época – de utilidade duvidosa, e o projeto não sai do papel. Morre em Londres.


publicado por LUCIANO às 19:16

pesquisar

 

Fevereiro 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9

comentários recentes

  • quando cipriano sai da cadeia pq ele decide ir par...
  • Acabei de ler "As Regras do Tagame":http://numadel...
  • Boa iniciativa, a de publicar biografias relevante...
  • O Barão de Cotegipe é um grande pers...
  • este é o escultor victor brecheret, não é aldo bon...
  • Para saberem mais sobre Ledoux sigam este link:htt...
  • Caro amigo, esta "biografia" do sr.Amador Aguiar e...
  • CIRO, O GRANDE!!!!!!!!!!!!WHITE PRIDE!!!!!!!!!!!!w...
  • Muito interessante!Tenho um texto muito parecido n...
  • your blog is really good! http://sot77.blogspot.co...

Posts mais comentados

arquivos

Feedjit

Visitantes

blogs SAPO


Universidade de Aveiro