mais sobre mim

subscrever feeds

tags

todas as tags

Visitas Hoje

Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Thomas Malthus


Economista e religioso inglês (17/2/1766-23/12/1834). Autor da teoria sobre a defasagem entre o crescimento populacional e o da produção. Nasce na cidade The Rockery e estuda no Jesus College de Cambridge. Em 1797 é ordenado sacerdote da Igreja Anglicana. Escreve ensaios sobre a política de preços dos alimentos e a economia política a partir dessa época. Em 1798 expõe suas idéias sobre aumento populacional na obra Ensaio sobre o Princípio da População. Com base em estatísticas, conclui que a miséria é conseqüência da desproporção entre o crescimento da oferta de alimentos e o da população. De acordo com sua teoria, a produção de alimentos cresce em progressão aritmética, enquanto a população aumenta em progressão geométrica. Tal defasagem explicaria as guerras e as epidemias como recursos inevitáveis de redução da população. Malthus propõe o controle da natalidade e a restrição total da assistência social e médica à população, para restaurar o equilíbrio. A tese é elaborada no começo do século XIX, início da Revolução Industrial, período em que os camponeses abandonam o campo para se transformar em operários na cidade, reduzindo a mão-de-obra do setor agrícola e afetando a oferta de alimentos nos mercados urbanos. Em 1805 passa a lecionar economia política em Haileybury, onde leva vida modesta como vigário anglicano. Morre em Saint Catherine.



publicado por LUCIANO às 12:12
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Thomas Mann


Escritor alemão (6/6/1875-12/8/1955). Nascido em Lübeck, é um dos expoentes do realismo literário, sendo considerado um dos maiores escritores do século XX. Sua obra retrata o colapso da sociedade européia após a I Guerra Mundial, analisando a condição humana diante da história, da arte e da morte. Denuncia a corrupção e a vida vazia dos burgueses. Projeta-se com Os Buddenbrook (1901), saga familiar plena de metáforas. Em Morte em Veneza (1912) explora os temas da decadência e da morte e na sua obra-prima A Montanha Mágica (1924) trata da desestruturação da civilização européia. Recebe o Prêmio Nobel de Literatura em 1929. Escreveu também uma tetralogia sobre o personagem bíblico José: José e Seus Irmãos (1933), O Jovem José (1934), José no Egito (1936) e José, o Provedor (1944). Ferrenho adversário do nazismo, deixa a Alemanha em 1933 e fixa-se nos Estados Unidos em 1938, tornando-se cidadão norte-americano em 1944. Em 1947 volta a morar na Alemanha e, oito anos mais tarde, morre em Zurique, na Suíça.



publicado por LUCIANO às 12:09
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Thomas More


Pensador e estadista inglês (7/2/1477-6/7/1535). Autor da obra clássica Utopia sobre o Modelo de Estado Ideal. Nasce em Londres e estuda direito antes de ser eleito para a Câmara dos Comuns inglesa em 1503. Escreve sua obra máxima 13 anos mais tarde, inspirado na prática política e no profundo conhecimento das ciências humanas. Em Utopia, além de tratar de temas como o divórcio, a eutanásia, os direitos da mulher e da educação pública, idealiza uma sociedade governada por uma assembléia eleita pelos seus membros. Continua a carreira política e torna-se presidente da Câmara dos Comuns em 1523 e chanceler, o mais alto cargo do reino, em 1529. Nesse posto, entra em conflito com Henrique VIII quando este rompe com o papa e funda a Igreja Anglicana, para divorciar-se de Catarina de Aragão e casar-se com Ana Bolena. Fiel à Igreja de Roma, demite-se da chancelaria em 1532 e recusa-se a assistir à coroação de Ana Bolena – uma declarada manifestação de agravo ao monarca. É preso na Torre de Londres, processado e condenado à decapitação. Enfrenta a execução com serenidade. Em 1886 é beatificado pelo papa Leão XIII e, em 1935, canonizado por Pio XI. Como precursor do socialismo, ganha uma estátua em lembrança a sua memória na cidade de Moscou, quatro séculos depois, tornando-se o único santo da Igreja Católica homenageado por um governo comunista.


publicado por LUCIANO às 12:06
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Ticiano


Pintor italiano. Considerado precursor da pintura barroca e da estética moderna.
Ticiano Vecellio Titian (1490?-1576) nasce em Pieve di Cadore e, aos 9 anos, vai para Veneza morar com um tio. Na cidade, torna-se aprendiz de Sebastiano Zuccato, mestre do mosaico e, mais tarde, assistente de Giorgione Castelfranco. Após a morte do mestre, em 1510, se encarrega de terminar vários quadros dele, entre os quais A Vênus Adormecida e Concerto Campestre, fato que gera polêmica posterior sobre a real autoria das obras. Em 1518, já dono de estilo próprio, consagra-se com Assunção da Virgem. Ao pintar cenas bíblicas usando nus ou paisagens venezianas, escandaliza a Igreja. Mas acaba admirado por papas, monarcas e nobres a partir de 1530, quando assiste à coroação, em Bolonha, do imperador Carlos V, e passa a ser patrocinado por ele. Retrata vários membros da corte e recebe título de nobreza do imperador, fato inusitado na época. Volta em 1551 para Veneza, onde pinta Auto-Retrato antes de morrer durante a peste que assola a cidade. Deixa inacabada sua última obra, Pietà (1576).


tags:
publicado por LUCIANO às 12:03
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tim Maia


Cantor e compositor fluminense. Criador do soul brasileiro.
Sebastião Rodrigues Maia (8/9/1942 - 15/3/1998) nasce na cidade do Rio de Janeiro, caçula de 12 irmãos. Cresce no bairro da Tijuca, onde a família tem uma pensão. Ali conhece Erasmo e Roberto Carlos, ainda adolescente. Aos 12 anos já toca bateria e aos 15 dá aula de violão a Erasmo Carlos. Com ele e com Wilson Simonal forma o conjunto Sputniks em 1957. Em 1959 vai para os Estados Unidos (EUA) estudar inglês e forma o grupo de samba The Ideals. Chega a gravar um disco, mas é autuado por porte de maconha, preso e depois deportado. De volta ao Brasil, muda-se para São Paulo, onde conhece o conjunto Os Mutantes. Por intermédio deles, consegue gravar seu primeiro disco, Tim Maia, trabalho eclético, que inclui até um baião. O disco fica seis meses em primeiro lugar nas paradas. No início dos anos 70 lança o movimento soul, com Toni Tornado, Paulo Diniz e Ivan Lins, e conquista a Zona Norte carioca. Em 1974 cria a gravadora Seroma (iniciais de seu nome), para comercializar seus discos. Grava 35 discos em 39 anos de carreira, em que mistura soul, funk e baladas românticas. Entre seus principais sucessos estão Azul da Cor do Mar, Réu Confesso, Gostava Tanto de Você, Sossego, Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar) e Descobridor dos Sete Mares. Morre aos 55 anos em Niterói (RJ).

tags:
publicado por LUCIANO às 12:01
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tintoretto

Pintor italiano do final do período renascentista. Um dos principais representantes do maneirismo da escola de Veneza.Jacopo Robusti (1518-31/5/1594) nasce em Lucca, mas vive desde a infância em Veneza, e por isso é conhecido como pintor veneziano. Ainda jovem, ganha o apelido Tintoretto, pequeno tintureiro, uma alusão ao ofício do pai, especialista em tintura de seda. Torna-se pintor em 1539, depois de uma rápida passagem pelo ateliê de Ticiano Seu trabalho é particularmente influenciado por pintores romanos que emigram para Veneza, entre 1530 e 1540, e pela pintura de Michelangelo. Em 1548 já tem reputação profissional estabelecida com a série de cenas mitológicas no Palácio de Doge, em Veneza. Pinta capelas e palácios com afrescos, entre eles o teto da Igreja Santa Maria Dell’Orto. Em 1564 decora com cenas do Velho Testamento as salas da Irmandade de San Rocco, da qual é membro. Entre suas produções estão pinturas grandiosas pelas cores e pelos efeitos de luz, como o quadro Crucificação, de dimensões imensas, que influenciam toda uma geração posterior de artistas. A obra mostra Cristo no centro de figuras humanas ofuscadas por luzes que distorcem as cores e aumentam a dramaticidade da cena.


publicado por LUCIANO às 11:58
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tiradentes


Soldado mineiro. Único integrante da Inconfidência Mineira, movimento pela independência do Brasil, a ser executadoJoaquim José da Silva Xavier (1746 - 21/4/1792) nasce em São João del Rei. Órfão de mãe desde os 9 anos e de pai a partir dos 11, é criado pelo padrinho em Vila Rica, atual Ouro Preto. Exerce os ofícios de tropeiro, minerador e dentista – de onde vem o apelido Tiradentes. Entra na conspiração depois de se tornar alferes (o equivalente a soldado na época) do Regimento dos Dragões de Minas Gerais. Como não tem ligação familiar com a aristocracia local, é sistematicamente preterido nas promoções. Passa a fazer parte da Inconfidência Mineira após conhecer Domingos Barbosa e José Alvares Maciel, dois outros integrantes do movimento, no Rio de Janeiro. Adere a ele com energia e vigor e se torna uma figura bastante atuante desde o início. Hábil na comunicação, ajuda a organizá-lo, até ser preso, em 1789, data em que a conspiração é descoberta. O processo contra os inconfidentes arrasta-se até 1792 e termina com a condenação à forca de 11 dos réus e à prisão perpétua e ao açoite dos demais em praça pública. De todos os condenados à morte, somente Tiradentes é executado. Enforcado no Rio de Janeiro em 21 de abril de 1792, seu corpo é esquartejado e a cabeça exposta na praça central de Vila Rica. A pena inclui ainda a queima total de sua casa e tanto ele quanto seus descendentes passam a ser considerados infames.


publicado por LUCIANO às 05:09
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tom Jobim


Compositor, arranjador e maestro fluminense. O autor brasileiro mais cantado e conhecido em todo o mundo.Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim (25/1/1927-8/12/1994) nasce no Rio de Janeiro, no bairro da Tijuca, e ainda criança se muda para Ipanema. Aprende a tocar violão e, por influência do padrasto, começa a estudar piano aos 14 anos, com o compositor e maestro alemão Hans-Joachim Koellreuter, e inicia a carreira como pianista nas casas noturnas de Copacabana. O primeiro sucesso é Teresa da Praia (1954), em parceria com Billy Blanco. Dois anos depois compõe para a peça Orfeu da Conceição, de Vinicius de Moraes. Algumas de suas músicas são incluídas no disco Canção do Amor Demais (1958), de Elizeth Cardoso, considerado o prenúncio da bossa-nova. Em 1962 participa do Festival de Bossa Nova no Carnegie Hall de Nova York. No ano seguinte compõe Garota de Ipanema com o parceiro Vinicius, que se torna sua canção mais conhecida e regravada no mundo. Em 1967 grava o disco Francis Albert Sinatra & Antônio Carlos Jobim. Trabalha com músicos como Stan Getz, Ella Fitzgerald, Andy Williams e Nelson Riddle. Entre suas composições se destacam ainda Desafinado e Samba de Uma Nota Só, obras-primas da bossa-nova (ambas com Newton Mendonça), Sabiá e Retrato em Branco e Preto (com Chico Buarque), Corcovado, Wave e Águas de Março. Morre em Nova York, de parada cardíaca após cirurgia na bexiga. Em fevereiro de 1996 ganha postumamente o Prêmio Grammy por melhor performance de jazz latino no disco Antônio Brasileiro (1994).



tags:
publicado por LUCIANO às 05:06
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tomás Antônio Gonzaga


Poeta brasileiro de origem portuguesa. Um dos principais nomes do arcadismo no Brasil. Tomás Antônio Gonzaga (11/8/1744 - 1810) nasce no Porto, filho de pai brasileiro, e estuda direito na Universidade de Coimbra. Chega a Minas Gerais em 1782 para exercer o cargo de ouvidor em Vila Rica, atual Ouro Preto. Participa do grupo de poetas que tem como mestre Cláudio Manuel da Costa, um dos fundadores do arcadismo mineiro. Entre 1788 e 1789 escreve Cartas Chilenas, poema que satiriza os atos do governador de Minas Gerais, Luís da Cunha Meneses. A jovem Maria Doroteia Joaquina de Seixas, 20 anos mais nova que ele, inspira os versos líricos de Marília de Dirceu, obra publicada em 1792. Acusado de participar da Inconfidência Mineira, em 1789, é condenado à prisão perpétua e passa três anos preso na ilha das Cobras, no Rio de Janeiro. A pena é comutada em degredo e ele embarca para Moçambique, em 1792, onde se casa com Juliana de Souza Mascarenhas, filha de um mercador de escravos, e morre anos depois.


publicado por LUCIANO às 05:04
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tomé de Sousa


Militar e administrador colonial português. É o primeiro governo geral do país e fundador da cidade de Salvador.Tomé de Sousa (1502? - 1573?) nasce em Lisboa, em uma família da nobreza local. Entre 1527 e 1532 serve numa base portuguesa na costa norte do Marrocos e, três anos mais tarde, comanda a nau Conceição em missão à Índia. A prudência e o tino político demonstrados nessas missões ajudam a impulsionar sua carreira. Com o fracasso das capitanias hereditárias, é nomeado para o governo geral da colônia, com sede na Bahia. Parte de Portugal em 1º/2/1549, acompanhado por mil homens, entre colonos, 600 degredados e seis jesuítas liderados pelo padre Manuel da Nóbrega. Traz consigo longas instruções para garantir a posse da nova terra, colonizá-la e organizar as rendas da Coroa. Cria cargos como o de ouvidor (responsável pela justiça), o de capitão-mor (encarregado de vigiar a costa) e o de provedor-mor (responsável pelo controle da arrecadação e de seu crescimento). Funda a nova capital da Bahia, Salvador, e manda construir casas cobertas de palha, cercadas por uma paliçada, depois substituída por uma muralha de taipa. Em 1550 ordena a inspeção das capitanias do sul, visitando-as pessoalmente três anos depois. Melhora as fortificações da costa, distribui terras e passa a administrar o comércio com os índios. Volta a Portugal em 1553 e é nomeado provedor da Fazenda.

publicado por LUCIANO às 05:01
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tomie Ohtake


Pintora, escultora e gravadora brasileira de origem japonesa (21/11/1913-). Define sua obra como essencialmente ocidental, embora seu traço revele forte influência da cultura japonesa. Nasce em Kioto, onde estuda e vive até os 24 anos. Vem como Tomie Nakakubo ao Brasil, para visitar um irmão, mas o início da guerra sino-japonesa impede seu retorno ao Japão. Decide fixar-se em São Paulo e logo depois se casa com um engenheiro agrônomo, de quem adquire o sobrenome Ohtake. Passa a juventude como dona de casa e somente em 1952 começa a se interessar por pintura. Faz aulas com o artista japonês Keisuke Sugano e participa de exposições coletivas a partir desse ano. Ganha vários prêmios na década de 60 e de 70, entre eles o Prêmio Nacional de Pintura (1965) e o Prêmio Museu de Arte Moderna de São Paulo (1979). Na década de 80, cria obras de arte para áreas públicas, como o painel para a fachada lateral do Edifício Santa Mônica, em São Paulo (1984), a estátua Estrela, na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro (1985), e a escultura comemorativa do 80° aniversário da imigração japonesa, em São Paulo (1988). Em 1993, comemora 80 anos com uma exposição que circula por dez cidades brasileiras, e também pelos Estados Unidos e países da América Latina e da Europa. Em 2003, completando 90 anos, ganha uma grande exposição retrospectiva, Tomie Ohtake na Trama Espiritual da Arte Brasileira. Suas obras estão permanentemente expostas em vários museus brasileiros, como a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o Instituto Tomie Ohtake.

publicado por LUCIANO às 04:59
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Toni Morrison


Pseudônimo da escritora norte-americana Chloe Wofford (18/2/1931-). Prêmio Nobel de Literatura de 1993, retrata em sua obra o ponto de vista e as experiências cotidianas das mulheres negras. Chloe Anthony Wofford nasce na cidade de Lorain, no estado de Ohio. Filha de uma família pobre, passa privações nos primeiros anos de vida em virtude da Grande Depressão. Estuda teatro na Universidade de Howard e letras na Universidade de Cornell, em Nova York. Depois de formada, faz carreira universitária como professora de inglês. Ganha a vida como editora de livros de ficção a partir de 1965, até publicar seu primeiro trabalho, O Mais Azul dos Olhos, em 1970. O romance conta o drama de uma jovem negra obcecada pela beleza branca, que se martiriza por não ter olhos azuis. Escreve outros livros bem recebidos pela crítica e pelo público norte-americano, como Canção de Salomon (1977). Em Tar Baby (1981) explora os conflitos de raça, classe e sexo em uma ilha do Caribe. Seis anos depois, ganha o Prêmio Pulitzer com Amada, baseado em uma história real; é a primeira mulher negra a ganhar esse prêmio e também o Nobel de Literatura, em 1993. Em 1998, o livro Amada é transformado no filme A Bem Amada, com direção de Jonathan Demme e Oprah Winfrey e tendo no elenco Danny Glover. É também professora da Princeton University Humanities, instituição da qual recebe, em 2000, a National Humanities Medalist em reconhecimento por suas contribuições para a cultura americana. Seu mais recente trabalho é o romance Love, de 2003.

publicado por LUCIANO às 04:57
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tônia Carrero


Grande estrela desde a década de 50 e um dos mitos de beleza feminina no Brasil. Maria Antonieta de Farias Portocarrero (23/8/1922-) nasce na Zona Norte do Rio de Janeiro, filha de um oficial do Exército, diretor da Rádio Nacional e presidente da Sociedade Lírica. Desde menina, sonha em trabalhar nos palcos e coleciona estampas e retratos das estrelas de Hollywood. Começa a estudar educação física aos 16 anos, mas interrompe o curso. Casa-se em 1940 com o artista plástico Carlos Arthur Thiré, com quem teria o único filho, Cecil, pai de seus três netos. Estréia no cinema fazendo figurações e, em 1947, viaja a Paris, onde vive durante dez meses e estuda teatro. Ao voltar, faz um papel secundário na fita Caminhos do Sul, ao lado de Maria Della Costa (1948), e atua em Perdida pela Paixão/Quando a Noite Acaba (1949). Em dezembro desse mesmo ano, estréia nos palcos, ao lado de Paulo Autran, na peça Um Deus Dormiu Lá em Casa, no teatro do Copacabana Palace. Em 1951, separa-se de Carlos Thiré e casa-se pela segunda vez, com o diretor italiano Adolfo Celi. Nos anos 50, trabalha no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) e na Companhia Cinematográfica Vera Cruz, em que filma Tico-Tico no Fubá (1951), um marco em sua carreira. Em 1955, forma com o marido e o amigo Paulo Autran uma nova companhia de teatro, com um repertório clássico, particularmente do gênero francês Boulevard, no qual vive sempre personagens elegantes e charmosas. Recebe suas primeiras premiações nos palcos por sua atuação em Entre Quatro Paredes, de Jean-Paul Sartre (1956). Também se destacaria em Navalha na Carne (Prêmio Molière de melhor atriz em 1968) e em Quartet. Em 1964, já separada de Adolfo Celi, casa-se com o engenheiro e empresário César Thedim. Encena pela primeira vez um monólogo, intitulado Esta Valsa É Minha, em 1989. Na televisão, atua nas novelas Pigmalião, Água Viva, Kananga do Japão, Sassaricando e, em 1995, Sangue do Meu Sangue. Em 2000, encena o monólogo e recital Amigos para Sempre, criado por ela. Escreveu O Monstro de Olhos Azuis, memórias da infância (1986). Em 2000, encena ainda o espetáculo Jardim das Cerejeiras, o primeiro texto do russo Anton Tchekov. Em 2002, quando completa 80 anos de idade, protagoniza a peça A Visita da Velha Senhora.


publicado por LUCIANO às 04:53
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro DE 2008

Tony Blair


Advogado, político inglês, primeiro-ministro da Grã-Bretanha desde 1997. Anthony Charles Linton Blair (6/5/1953-) nasce em Edimburgo, na Escócia. Filho de um advogado, educado numa escola de elite, forma-se no renomado Saint John's School de Oxford, em 1975. Passa alguns meses em Paris trabalhando como garçom e corretor de seguros até decidir-se a seguir a carreira de advogado. Começa a trabalhar com legislação trabalhista e industrial numa firma de advocacia. Em 1980 casa-se com uma colega de profissão, Cherrie Both, com quem tem quatro filhos. Entra para o Partido do Trabalho e, em 1983, conquista uma cadeira no Parlamento inglês pelo distrito de Sedgefield. A partir daí, faz uma meteórica carreira política dentro do partido. Em 1994, aos 41 anos, assume a liderança da legenda, destacando-se como o mais jovem a ocupar a posição, e inicia uma campanha para situar sua agremiação, que é de esquerda, mais para o centro do espectro ideológico britânico. Liberal em assuntos como educação, bem-estar social e mudanças tecnológicas, mas conservador em matéria de valores familiares, ordem e lei, Blair ajuda a renovar a imagem dos trabalhistas e reconduzi-los ao poder após 18 anos de hegemonia do Partido Conservador. Em 1997 é eleito primeiro-ministro. Seu governo faz reformas na constituição, investe pesadamente na melhora dos serviços públicos – particularmente educação e saúde –, procura promover o entendimento entre Inglaterra e Irlanda e erradicar o que Blair chama de "exclusão social" no Reino Unido. Reelege-se em 2001. Em seu segundo mandato, destaca-se na política externa como mediador entre os países europeus e os Estados Unidos de George W. Bush. Como maior aliado estrangeiro do presidente norte-americano, Blair traz ao âmbito das Nações Unidas a discussão sobre o combate ao terrorismo internacional. Essa posição rende a Blair muitas críticas dentro do Reino Unido, especialmente por seu suporte à invasão ao Iraque em 2003.

publicado por LUCIANO às 04:50

pesquisar

 

Fevereiro 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9

comentários recentes

  • quando cipriano sai da cadeia pq ele decide ir par...
  • Acabei de ler "As Regras do Tagame":http://numadel...
  • Boa iniciativa, a de publicar biografias relevante...
  • O Barão de Cotegipe é um grande pers...
  • este é o escultor victor brecheret, não é aldo bon...
  • Para saberem mais sobre Ledoux sigam este link:htt...
  • Caro amigo, esta "biografia" do sr.Amador Aguiar e...
  • CIRO, O GRANDE!!!!!!!!!!!!WHITE PRIDE!!!!!!!!!!!!w...
  • Muito interessante!Tenho um texto muito parecido n...
  • your blog is really good! http://sot77.blogspot.co...

Posts mais comentados

arquivos

Feedjit

Visitantes

blogs SAPO


Universidade de Aveiro