Marta suplicy


Psicanalista, política paulistana, prefeita da Cidade de São Paulo. Marta Teresa Smith de Vasconcellos (18/3/1945-) nasce em São Paulo, na casa de uma tradicional família paulistana. Seu avô, Júlio Fracalanza, é renomado fabricante de talheres de prata. Marta estuda em colégios de elite, forma-se em psicologia pela Pontifícia Universidade de São Paulo e faz pós-graduação nas universidades americanas de Michigan e Stanford. Em 1965, aos 20 anos, casa-se com Eduardo Matarazzo Suplicy, político brasileiro, com quem teria três filhos. Em 1980, acompanhando o marido, filia-se ao Partido dos Trabalhadores. Membro da Sociedade Brasileira de Psicanálise e da International Psychoanalytical Association (IPA), Marta escreve livros sobre comportamento sexual e projeta-se nacionalmente como apresentadora, entre 1980 e 1986, de um quadro sobre sexualidade no programa TV Mulher, exibido diariamente pela Rede Globo. Em 1982 é condecorada como Mulher do Ano do Conselho Nacional das Mulheres Brasileiras. Deputada federal pelo PT, de 1995 a 1998, atua notadamente em defesa da mulher, da criança, do consumidor, das minorias. Funda o Grupo de Trabalho de Pesquisa e Orientação Sexual (GTPOS), que desenvolve trabalhos de capacitação para profissionais de saúde e educação na área da sexualidade e prevenção da aids. Em 2000, com 58% dos votos válidos, elege-se prefeita de São Paulo. Em 2001 termina o casamento de 36 anos com Eduardo Suplicy, com quem tem três filhos, e é submetida a duas cirurgias. Em 2003, casa-se com o assessor político Luiz Favre, e anuncia que concorrerá à reeleição no ano seguinte, disputa que perde para José Serra (PSDB).


publicado por LUCIANO às 16:18