HANS-JOACHIM KOELLREUTTER


Compositor erudito, maestro, flautista e crítico de arte brasileiro de origem alemã. Introduz o dodecafonismo na música brasileira. Hans-Joachim Koellreuter (2/9/1915-) nasce em Freiburg im Breisgau. Cursa a Academia Superior de Música de Berlim e estuda flauta em Genebra, na Suíça, onde inicia carreira como flautista. Muda-se para o Rio de Janeiro em 1937 e, no ano seguinte, leciona no Conservatório de Música. Dois anos mais tarde, cria o movimento Música Viva, que apregoa o poder da música como linguagem universal e combate o nacionalismo enraizado no folclore. Até 1944, produz um programa de mesmo nome na Rádio MEC – Ministério da Educação e Cultura. Trava diversas polêmicas com adeptos do movimento nacionalista, que o consideram corruptor da juventude. De 1946 a 1948, dá aula no Instituto Musical de São Paulo e funda na cidade a Escola Livre de Música (1952). Funda também a Escola de Música de Salvador, na Bahia (1954). Contratado pelo Instituto Goethe, por vários anos trabalha em Munique (Alemanha), no Japão e em Nova Délhi, na Índia. De volta ao Rio de Janeiro, dirige o Instituto Goethe e, depois de se aposentar, divide a vida de professor entre São Paulo e Rio de Janeiro. Em 1975, torna-se diretor do Instituto Cultural Brasil-Alemanha, no Rio de Janeiro. Sua obra mais recente é Dharma, de 1993, composição para orquestra de câmara e instrumentos elétricos. Participa de diversos eventos musicais, como o Ciclo de Palestras na Oficina Casa da Palavra que acontece na Casa Mário de Andrade em março de 2000.




publicado por LUCIANO às 14:04