Mário Schenberg


Físico e político pernambucano. Destaca-se internacionalmente por elaborar uma teoria que desvenda o mecanismo de explosão das estrelas supernovas.Mário Schenberg (30/6/1914-9/11/1990) nasce no Recife. Em 1938, na Universidade de Roma, estuda teoricamente os raios cósmicos e a eletro-dinâmica quântica, sob a orientação de Enrico Fermi, um dos pais da bomba atômica norte-americana. Em Paris, em 1939, faz estudos de física nuclear e teoria da radiação com Joliot-Curie. De 1940 a 1941, chega à teoria sobre as estrelas supernovas, batizada de processo Urca, em colaboração com o físico de origem russa, naturalizado americano, George Gamow. De 1945 a 1948, desenvolve uma teoria sobre o elétron e passa a dedicar-se ao estudo da ionização e da radiação atômica. Sua obra é elogiada por Albert Einstein. Elege-se em 1946 deputado estadual em São Paulo pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), mas é cassado quando o governo Dutra extingue a legenda. É professor catedrático de mecânica superior e celeste na Universidade de São Paulo, de 1944 a 1969, quando é aposentado com base no Ato Institucional n.º 5 (AI-5). Morre em São Paulo.


publicado por LUCIANO às 16:40