EUGENE O'NEILL

Dramaturgo norte-americano (16/10/1888-27/11/1953). Considerado um dos maiores escritores de teatro dos Estados Unidos, ganha o Prêmio Nobel de Literatura em 1936 e quatro prêmios Pulitzer. Filho de ator, Eugene Gladstone O''Neill nasce em Nova York e passa a infância viajando. De 1906 a 1907 freqüenta a Universidade de Princeton, que abandona. Entre 1909 e 1912 garimpa ouro em Honduras, torna-se empresário assistente e excursiona como ator do grupo teatral de seu pai. Trabalha como repórter em Connecticut e viaja por América do Sul e África do Sul como marinheiro. Em 1912, hospitalizado para curar um caso leve de tuberculose, escreve as primeiras peças. Em Estranho Interlúdio (1927), O Luto Cai Bem a Electra (1931) e Longa Jornada Noite Adentro (1941), confunde os planos de ficção e realidade e mergulha nos mecanismos psicológicos de seus personagens. Seus melhores trabalhos comunicam uma visão do homem moderno vítima do acaso que, não acreditando em Deus ou no destino, culpa a si mesmo pela própria miséria. Extremamente pessimista, mostra o homem preso a um destino sem sentido – o que o torna um dos precursores do existencialismo. Morre em Boston.



publicado por LUCIANO às 13:45