BERNARD SHAW


Dramaturgo e crítico irlandês (26/7/1856-2/11/1950). Um dos principais nomes do teatro moderno e grande defensor do socialismo no Reino Unido. Retrata em sua obra o inconformismo em relação ao capitalismo e aos costumes da sociedade inglesa. Recusa o Prêmio Nobel de Literatura, com que é agraciado em 1925. George Bernard Shaw nasce em Dublin, filho de uma tradicional mas empobrecida família. Aos 16 anos pára de estudar com regularidade e emprega-se num escritório. Começa a escrever em 1876, mas não obtém sucesso. Funda a Fabian Society (1884), que prega o socialismo não marxista, contrário à revolução como forma de tomar o poder. Sobre o tema escreve Ensaios Fabianos sobre Socialismo (1889). Nessa época, estréia no jornalismo como crítico de arte. Estréia como dramaturgo em 1892, com Casa de Viúvos. A obra dá início ao ciclo das "peças desagradáveis", como define o autor, que inclui A Profissão da Senhora Warren (1893), sobre uma rica cafetina. Seguem-se Homem e Super-Homem (1903) e O Dilema do Doutor (1906), entre outras. Pigmalião (1913) é adaptada para o cinema em 1964, no musical My Fair Lady. Morre em Ayot Saint Lawrence, Hertfordshire.



publicado por LUCIANO às 18:59