JOSÉ JOAQUIM EMERICO LOBO DE MESQUITA

Compositor mineiro (12/10/1746-4/1805). É considerado um dos mais importantes autores da música erudita no Brasil, um grande nome da música sacra do século XVIII. O liberto José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita nasce em Serro do Frio, filho de um português e da escrava Joaquina Emerenciana. Aprende música nas igrejas do Arraial do Tijuco (atual Diamantina), onde a vida religiosa incentiva a formação de compositores. É lá que começa sua carreira, como organista da igreja. Entre 1782 e 1798 dá aulas de música e escreve suas primeiras criações, como um Oratório, para a Semana Santa de 1792. É o organista da Igreja do Carmo, em Vila Rica (atual Ouro Preto), até 1800. No ano seguinte muda-se para o Rio de Janeiro. Na capital da colônia, continua a compor e toca órgão na Igreja da Ordem Terceira do Carmo. Deixa 40 obras inéditas, descobertas pelo musicólogo uruguaio Francisco Curt Lange entre 1944 e 1959. Dentre elas, as mais importantes são a Antífona de Nossa Senhora (1787) e a Missa em Mi Bemol (1790). Morre no Rio de Janeiro.



publicado por LUCIANO às 05:44