Thomas Malthus


Economista e religioso inglês (17/2/1766-23/12/1834). Autor da teoria sobre a defasagem entre o crescimento populacional e o da produção. Nasce na cidade The Rockery e estuda no Jesus College de Cambridge. Em 1797 é ordenado sacerdote da Igreja Anglicana. Escreve ensaios sobre a política de preços dos alimentos e a economia política a partir dessa época. Em 1798 expõe suas idéias sobre aumento populacional na obra Ensaio sobre o Princípio da População. Com base em estatísticas, conclui que a miséria é conseqüência da desproporção entre o crescimento da oferta de alimentos e o da população. De acordo com sua teoria, a produção de alimentos cresce em progressão aritmética, enquanto a população aumenta em progressão geométrica. Tal defasagem explicaria as guerras e as epidemias como recursos inevitáveis de redução da população. Malthus propõe o controle da natalidade e a restrição total da assistência social e médica à população, para restaurar o equilíbrio. A tese é elaborada no começo do século XIX, início da Revolução Industrial, período em que os camponeses abandonam o campo para se transformar em operários na cidade, reduzindo a mão-de-obra do setor agrícola e afetando a oferta de alimentos nos mercados urbanos. Em 1805 passa a lecionar economia política em Haileybury, onde leva vida modesta como vigário anglicano. Morre em Saint Catherine.



publicado por LUCIANO às 12:12