Stan Lee


Executivo da indústria norte-americana de entretenimento, roteirista, co-criador de personagens de sucesso, como o Homem Aranha. Stanley Martin Lieber (28/12/1922-) nasce em Nova York. Aos 17 anos vai trabalhar na editora de quadrinhos Timely Comics Goup. Talentoso, já aos 20 se torna redator. Nas décadas de 1940 e 1950, escreve histórias para personagens criados por outros artistas. Nos anos 1960, quando a empresa passa a se chamar Marvel Comics Group, cria séries famosas, como Homem Aranha, Quarteto Fantástico, Hulk e X-Men. A força dos scripts de Lee está na dualidade dos personagens – que, embora possuam superpoderes, têm todas as fraquezas e emoções humanas. Em 1972 é promovido a editor e diretor editorial da Marvel. Dois anos depois escreve o livro Origens da Marvel Comics. Ainda nos anos 1970, supervisiona a produção de cartoons animados em Hollywood. Torna-se presidente da companhia e produtor executivo dos projetos para a TV e o cinema. Em meio século de carreira na Marvel, Stan The Man Lee – o homem dos quadrinhos, como é chamado –, vende mais de 2 bilhões de revistas em 100 países. Participa de 30 filmes dos personagens Marvel, seja como roteirista, produtor, ator ou narrador. Em 1998, com a reestruturação da Marvel, permanece na companhia como presidente emérito, e é liberado para realizar atividades próprias. No ano seguinte, com o advogado licenciado Peter Paul, funda a Stan Lee Media, produtora e distribuidora de cartoons animados via internet. O roteirista volta a criar e lança, no início de 2000, séries de websódios (neologismo formado da junção de web com episódio) O Sétimo Portal, O Acusador e Clone do Mal. Mas a ousada empreitada de Lee tem vida curta. Seu sócio dá um golpe na bolsa de valores com as ações da empresa e ela é fechada no começo de 2001. Casado há 50 anos e com uma filha, The Man continua fazendo filmes dos personagens Marvel.


tags:
publicado por LUCIANO às 05:19