Nina Rodrigues


Etnógrafo, patologista e sociólogo maranhense. É o fundador da antropologia criminal no Brasil e pioneiro nos estudos das etnias de origem africana no país.Raimundo Nina Rodrigues (4/12/1862-17/7/1906) nasce em Vargem Grande. Faz o curso de medicina na Bahia e o doutorado no Rio de Janeiro. Em 1889 assume a cátedra de patologia e medicina legal da Faculdade de Medicina da Bahia e contribui com seus estudos de etnografia, antropologia e psicologia criminal para dar fundamento científico à medicina legal brasileira. Com base em suas pesquisas sobre a origem étnica das populações do país, aponta a influência das condições psicológicas e sociais sobre a conduta do indivíduo, sugerindo a modificação do conceito de responsabilidade penal no Brasil. Propõe também a reformulação do exame médico-legal e da perícia psiquiátrica de doentes mentais, não apenas nos manicômios, mas também nos tribunais. Como etnólogo e folclorista, estuda os costumes religiosos dos negros africanos seguidores do candomblé na Bahia. Analisa na obra O Animismo Fetichista dos Negros da Bahia (1900) os oráculos, as cerimônias de culto e os sacrifícios, entre outros ritos da teologia do candomblé. Entre seus livros mais importantes, destacam-se ainda As Raças Humanas, Responsabilidade Penal no Brasil (1894) e Os Africanos no Brasil (1932). Morre em Paris.



publicado por LUCIANO às 05:19