Walther moreira Salles


Empresário mineiro. Criador do terceiro maior banco privado do país - o Unibanco -, ministro da Fazenda e duas vezes embaixador do Brasil em Washington. Walther Moreira Salles (28/5/1912-26/2/2001) nasce em Pouso Alegre e, ainda criança, começa a trabalhar no armazém do pai, que viria a ser proprietário da Casa Bancária Moreira Salles em 1924. Antes mesmo de terminar a faculdade de direito, em São Paulo, torna-se sócio do pai no banco. Sob sua administração, a instituição passa a ter agências em diversos estados brasileiros. Em 1952, depois de dirigir a Superintendência da Moeda e do Crédito - uma espécie de Banco Central da época -, assume o posto de embaixador do Brasil em Washington, cargo que ocupa também no governo de Juscelino Kubitschek, em 1959. Conhecido por sua personalidade conciliadora, consegue prorrogar os prazos de pagamento da dívida externa brasileira. A pedido do presidente João Goulart, aceita, em 1961, o comando do Ministério da Fazenda. De volta às atividades empresariais, articula a compra de outros bancos. O grupo que surge passa a se chamar União dos Bancos Brasileiros (1967) e depois Unibanco (1975). O embaixador, como ainda hoje é chamado, desliga-se do comando de suas empresas em 1991. Desde então, as atividades culturais do Instituto Moreira Salles passam a ocupar todo o seu tempo. Em fevereiro de 2000 transfere os direitos de voto que ainda detinha no Unibanco para os filhos Pedro, Fernando, João e Walter Salles Junior. Morre em 2001, em Petrópolis (RJ), de causas não divulgadas.

publicado por LUCIANO às 06:19