Olavo Setúbal

Banqueiro e político paulista. Fundador do segundo maior banco do país, o Itaú, e prefeito de São Paulo entre 1975 e 1978.Olavo Egydio Setúbal (16/4/1923-) nasce na cidade de São Paulo, filho do escritor Paulo Setúbal. Forma-se em engenharia em 1945 pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Começa a dar aula e, com o dinheiro que consegue economizar com essa atividade– 10 mil dólares —, monta com um amigo a indústria Deca, fabricante de torneiras e peças para fechaduras, que, depois de alguns anos, prospera. No fim da década de 50 é convidado pelo tio, Alfredo de Souza Aranha, para dirigir duas empresas que estavam em dificuldades financeiras: o Banco Federal de Crédito e a Ítalo Brasileira de Seguros Gerais. A fusão de ambas dá origem ao Banco Itaú, que, entre 1965 e 1975, cresce rapidamente e acaba incorporando outras companhias financeiras, entre elas o Banco Sulamericano, o Banco América e o Banco União Comercial. Em 1975, Olavo Setúbal ingressa na vida pública. Na ausência de eleições diretas, durante o regime militar, é indicado pelo então governador paulista Paulo Egydio Martins para o cargo de prefeito de São Paulo. Em 1985, é nomeado ministro das Relações Exteriores pelo presidente José Sarney. Um ano depois, decide ser candidato ao governo do estado de São Paulo, mas é derrotado numa convenção interna do Partido da Frente Liberal (PFL). Atualmente afastado da diretoria executiva do Itaú, preside o Itaúsa, holding que engloba mais de 50 empresas, entre elas a Itautec, a Philco e a Duratex. Casado, é pai de sete filhos.



publicado por LUCIANO às 19:30