Prudente de Morais

Político paulista. É o primeiro presidente civil brasileiro eleito pelo voto popular (1894 e 1898).
Prudente José de Morais Barros (4/10/1841 - 3/12/1902) nasce em Itú, filho de um negociante de animais. Perde o pai com pouco mais de 2 anos, assassinado por um escravo. Ainda na infância, muda-se com a família para a cidade de Constituição, atual Piracicaba. Em 1863 forma-se em direito, na capital paulista, e volta em seguida para Piracicaba, onde começa a carreira política. É eleito vereador em 1865 e preside a Câmara Municipal. Em 1868 elege-se deputado provincial pelo Partido Liberal. Adere ao Partido Republicano Paulista (PRP) em 1876. É três vezes deputado da agremiação na Assembléia Provincial e uma vez na Assembléia-Geral do Império (1885-1886). Vota a favor da libertação dos escravos com mais de 65 anos, nesse último ano, afirmando sua convicção abolicionista. Com a proclamação da República, em 1889, é nomeado governador da província de São Paulo até 1890. Ganha a eleição para o Senado nesse mesmo ano e disputa a Presidência da República como candidato civil contra a candidatura militar de Deodoro da Fonseca, mas é derrotado. Elege-se por voto direto para a sucessão de Floriano Peixoto. No governo, enfrenta a ocupação da Ilha de Trindade pelos ingleses, pacifica o Rio Grande do Sul, conflagrado pela Revolta Federalista, e vence os rebeldes de Canudos, seguidores de Antônio Conselheiro, conflito que abala o país, em 1897. No final do mandato, gozando de grande popularidade, retira-se para Piracicaba, onde vive até a morte.



publicado por LUCIANO às 05:30