BENJAMIN FRANKLIN


Político e cientista norte-americano (17/1/1706-17/4/1790). Nasce em Boston em uma família pobre e começa a trabalhar aos 10 anos como aprendiz do pai, fabricante de sabão e velas. Aos 12, vai trabalhar com seu meio irmão James, gráfico, e juntos criam em 1721 o New England Courant, quarto jornal das colônias. Passa dois anos na Inglaterra e na volta, em 1729, estabelece-se na Pensilvânia, onde se torna proprietário de uma gráfica e do jornal Gazeta da Pensilvânia (1730-1748). Em 1730 casa-se com Deborah Read, com quem tem dois filhos. Em 1748, financeiramente independente, estimula a fundação de livrarias, escolas e hospitais. Interessado em ciências, prova que o raio das tempestades e a eletricidade são a mesma coisa e acaba por inventar o pára-raios em 1752, com a ajuda do filho William. Na medicina, é o responsável pela criação do cateter. Em 1753 torna-se membro da Assembléia da Pensilvânia. Participa ativamente da redação da Declaração da Independência dos EUA. Hábil negociador, consegue que o governo britânico reconheça a independência da antiga colônia em 1783. Ocupa o cargo de embaixador dos EUA em Paris até 1785 e, depois, governa o estado da Pensilvânia, onde institui um departamento de combate a incêndios, uma biblioteca pública e uma academia que dá origem à Universidade da Pensilvânia. Em 1787 é eleito o primeiro presidente da Sociedade pela Abolição da Escravidão. Morre na Filadélfia.



publicado por LUCIANO às 04:12