GIOVANNI BOCCACCIO


Escritor italiano (1313-21/12/1375). Nasce em Paris, filho de um mercador da região italiana de Toscana. Estuda em Nápoles e Florença por imposição do pai, que queria transformá-lo em comerciante. Ainda jovem, lê os clássicos latinos e escreve poesias. Entre os escritos da juventude estão Il Filoloco,L''Amorosa Visione,Elegia di Madonna Fiammetta e Il Ninfale Fiesolano, obras que ainda expressam o romanesco, o fantástico e o bizarro da imaginação medieval. Entre 1348 e 1353 escreve em prosa Decamerão, seu livro mais importante. Em cem histórias curtas, contadas por três moças e sete rapazes que se refugiam no campo para escapar da peste negra, Boccaccio expõe os conflitos entre os valores cristãos e o espírito libertino da época, questões ligadas à transição para o Renascimento. Combatido por autoridades religiosas e pela censura, Decamerão representa o início de um humanismo moderno na prosa universal. Grande pesquisador, Boccaccio introduz na Itália a obra de diversos autores gregos clássicos. É também o primeiro biógrafo de Dante. Reconhecido por seus contemporâneos como poeta, recebe inúmeros postos diplomáticos. Morre na cidade italiana de Certaldo.



publicado por LUCIANO às 13:12