BOB WILSON - Robert Wilson

Diretor de teatro norte-americano (4/10/1941-). Robert Wilson é conhecido como um renovador da linguagem teatral, pelo uso de sofisticados recursos de iluminação e pela combinação de teatro, música e dança em suas montagens. Busca a arte total no espetáculo teatral. Nascido em Waco, no Texas, muda-se para Nova York aos 20 anos. Na infância, tem problemas de fala. A doença é determinante para o interesse pela linguagem visual, característica de seu trabalho, marcado por imagens surrealistas e textos anárquicos. Entre suas montagens mais revolucionárias estão Einstein on the Beach (Einstein na Praia), de 1976, em colaboração com o compositor Philip Glass, e Civil Wars (Guerras Civis), de 1986, uma saga em cinco partes sobre a Guerra Civil Americana. A música de Civil Wars é assinada por Glass e David Byrne. Nos anos 90, produz uma versão singular do drama A Morte de Danton, escrito em 1835 pelo alemão Georg Buchner, e monta O Cavaleiro Negro, inspirado na ópera Der Freischutz, do alemão Carl Maria von Weber. Algumas de suas montagens são extremamente longas, como A Vida e a Época de Josef Stálin (1973), com 12 horas de duração. Em 1999, estréia a peça The Days Before: Death, Destruction and Detroit III, que tem como tema o apocalipse, na abertura do festival New York State Theater durante o Lincoln Center Festival. Em 2001, estreia a ópera O Corvo Branco, com música de Philip Glass nos Estados Unidos. Cria e desenvolve o Watermill Center (Centro do Moinho de Água), em Nova Iorque. Trata-se de um terreno de 2,5 hectares que comprou no fim da década de 1980 e doou a uma organização sem fins lucrativos, a Byrd Hoffman Foundation, onde jovens, profissionais da arte e do teatro se reúnem para desenvolver a fase inicial dos trabalhos de Wilson. Ainda em construção, quando terminado deve abrigar workshops e cursos regulares de Artes e Humanidades.



publicado por LUCIANO às 09:45