JOSÉ DIRCEU

Político mineiro, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) e deputado federal pela quarta vez consecutiva. Nascido em Passa Quatro, Minas Gerais, José Dirceu de Oliveira e Silva (16/3/1946-) migra para São Paulo em 1961 para trabalhar e estudar. Em 1965 entra para a faculdade de direito da Pontifícia Universidade Católica e logo se engaja na política estudantil. Dois anos depois se torna presidente da União Estadual dos Estudantes. A oposição ao regime militar leva-o à prisão em 1968 e à expulsão do país no ano seguinte. Exilado em Cuba, retorna clandestinamente ao Brasil em 1975 e se instala no Paraná. Em 1979, com a lei da Anistia, volta a São Paulo, onde participa da fundação do PT. Nos anos seguintes, trabalha na estruturação do partido e torna-se um dos coordenadores do movimento Diretas Já. Faz carreira no Poder Legislativo elegendo-se deputado estadual (1986) e federal (1990, 1994, 1998 e 2002). Em sua última eleição, foi o segundo deputado federal mais votado, com 556 milhões de votos. Parlamentar ativo, tem seu principal foco na investigação de denúncias de corrupção e fiscalização da administração pública e integra as comissões parlamentares de Ciência, Tecnologia e Comunicações, Constituição e Justiça, Defesa Nacional, Reforma da Legislação Eleitoral e Partidária. Concorre a um cargo executivo – o de governador de São Paulo, em 1994 –, ficando em terceiro lugar no primeiro turno. Em 1995 torna-se presidente do PT, representando a ala mais moderada do partido. Com a eleição e Lula à Presidência, em 2002, deixa a liderança do partido, ocupada por José Genoíno, para se tornar chefe da Casa Civil, considerado o mais poderoso ministro do governo. É casado com Maria Rita Garcia Andrade e tem três filhos - um deles, José Carlos Becker de Oliveira e Silva, conhecido como Zeca Dirceu, elege-se prefeito da cidade de Cruzeiro do Oeste (PR), em 2004.
.


publicado por LUCIANO às 11:10