Nélson Prudêncio

Atleta paulista. Medalha de prata e bronze nas Olimpíadas de 1968 e 1972 e recordista mundial de salto triplo. Nélson Prudêncio (4/4/1944-) nasce em Lins, filho de cafeicultores. Mora no campo até os 12 anos, quando se muda para Jundiaí. Faz o curso de desenhista projetista em 1964, mesmo ano em que começa a treinar atletismo no Ginásio Nicolino de Lucas. Em 1965, é campeão brasileiro e sul-americano de salto triplo com 14,96 m. Dois anos depois, vai para os Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá, e conquista a medalha de prata na mesma prova, com 16,45 m. Em 1968, nas Olimpíadas da Cidade do México, bate o recorde mundial três vezes num mesmo dia com as marcas de 17,05 m, 17,15 m e 17,27 m, mas é superado pelo russo Vitor Sareiev, que atinge 17,29 m. Fica então com a medalha de prata. Em 1969, cursa educação física na Universidade de São Carlos. Volta a competir em 1971, no Pan-Americano de Cáli, na Colômbia. Salta 17,40 m e bate novamente o recorde mundial. Vai às Olimpíadas de Munique, em 1972, e conquista a medalha de bronze após saltar 17,05 m. Em 1975, no Pan-Americano da Cidade do México, desiste da competição depois de ver a marca de 17,89 m de João Carlos de Oliveira, o João do Pulo, que se torna recordista mundial. Participa dos Jogos Olímpicos de Montreal (1976) e encerra a carreira de atleta. Conclui o mestrado de treinamento esportivo na Universidade de São Paulo em 1979. Em 2001, trabalha como treinador de atletismo e leciona no curso de educação física da Universidade de São Carlos. Em 2002 desenvolve uma tese de doutorado sobre a detecção de atletas com potencial para o salto triplo.



publicado por LUCIANO às 12:12