JUSCELINO KUBITSCHEK


Político mineiro. Presidente da República de 1956 a 1961. Responsável pela construção de Brasília e por promover a industrialização do país. Juscelino Kubitschek de Oliveira (22/8/1902-20/8/1976) nasce em Diamantina. Filho de um caixeiro-viajante e de uma mãe professora, forma-se médico na cidade de Belo Horizonte, em 1927. Faz curso e estágio complementares em Paris e Berlim em 1930 e casa-se com Sara Lemos em 1931. Começa a trabalhar como capitão-médico da Polícia Militar, quando faz amizade com o político e futuro governador Benedito Valadares. Nomeado interventor federal em Minas em 1933, Valadares coloca o amigo como seu chefe de gabinete. A seguir, Juscelino elege-se deputado federal (1934-1937), é nomeado prefeito de Belo Horizonte (1940-1945) e realiza obras de remodelação da capital. Elege-se deputado constituinte em 1946 pelo Partido Social Democrático (PSD) e notabiliza-se como governador eleito de Minas Gerais (1950-1954). Vence a eleição para presidente da República com 36% dos votos, numa coligação PSD-PTB (Partido Trabalhista), com o slogan Cinqüenta Anos em Cinco. Na Presidência, constrói hidrelétricas, abre estradas, promove a industrialização e a modernização da economia. Sua marca principal é a construção de Brasília e a transferência da capital federal, em 21/4/1960. Seu governo consegue criar uma imagem positiva de mudança e, com o surgimento das músicas e modas da bossa-nova, inaugura uma era pós-Getúlio Vargas. Mas não consegue conter o aumento da inflação e desde o início enfrenta resistências dos militares. Após a Presidência, elege-se senador por Goiás 1962, mas tem o mandato cassado e seus direitos políticos suspensos em 1964, pelo regime militar. Em 1966 tenta organizar uma frente pela redemocratização do país, junto com Carlos Lacerda e João Goulart. Trabalha como empresário até morrer, em um desastre automobilístico na via Dutra, na altura da cidade fluminense de Resende.



publicado por LUCIANO às 04:00