EURÍPEDES

Dramaturgo grego (484 a.C.-406 a.C.). Um dos maiores expoentes da tragédia grega, ao lado de Ésquilo e Sófocles, do qual é contemporâneo. Nasce em Salamina, provavelmente de uma família de classe média. Interessa-se pela ciência e pelas idéias dos filósofos da época, como Anaxágoras, Sócrates e os sofistas. Sua primeira participação nos festivais de teatro de Atenas acontece em 454 a.C., com As Filhas de Pélias. Suas tragédias introduzem o prólogo explicativo e a divisão das peças em cenas e episódios. Seus dramas transformam os heróis da mitologia grega em pessoas comuns, sujeitas a comportamentos discutíveis do ponto de vista ético, moral e psicológico. Estima-se que Eurípedes tenha apresentado mais de cem peças, das quais restam 17 tragédias e uma peça satírica, Cíclopes. Destacam-se Medéia (431 a.C.), As Troianas (415 a.C.), Electra (418 a.C.) e As Bacantes (encenada, postumamente, em 406 a.C.). Embora seja o poeta dramático grego que mais influencia o teatro moderno, Eurípedes despertou polêmica em sua época. Em sua carreira, vence apenas cinco vezes o festival de Atenas. No final da vida abandona a cidade. Morre na Macedônia.



publicado por LUCIANO às 13:39