LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO

Escritor e humorista gaúcho (26/9/1936-). Nasce em Porto Alegre, filho do escritor Érico Verissimo. É alfabetizado na Califórnia, Estados Unidos (EUA), para onde se muda com a família aos 7 anos. De volta ao Brasil, estuda no Instituto Porto Alegre até os 16 anos. Termina o 2º grau nos EUA, e ali vive até 1956. Retorna à sua cidade e se emprega na Editora Globo no mesmo ano. Em 1962, vai para o Rio de Janeiro, onde permanece por cinco anos trabalhando no jornal da Câmara de Comércio Americana. Casado e com uma filha pequena, volta para Porto Alegre e, em 1967, trabalha como redator no jornal gaúcho Zero Hora. Passa a assinar sua primeira coluna diária no jornal em 1969. Estréia na literatura em 1973 com o livro de crônicas O Popular. Entre seus mais de 40 títulos publicados a partir de então, incluem-se O Analista de Bagé (1977), A Velhinha de Taubaté (1983) e Comédias da Vida Pública (1995). Como humorista, escreve as histórias do personagem Ed Mort, desenhado por Miguel Paiva nos quadrinhos Procurando o Silva, posteriormente adaptado para o cinema por Alain Fresnot. As histórias de O Analista de Bagé, Brasileiros e Brasileiras, A Família Brasil e O Marido do Dr.Pompeu são adaptadas para o teatro. Seu livro de crônicas Comédias da Vida Privada (1994) origina a série de mesmo nome produzida pela TV Globo. Atualmente colabora com jornais e revistas, além de manter coluna nos jornais Zero Hora, O Globo e O Estado de S.Paulo, para o qual também escreve, aos domingos, uma crônica ilustrada com os personagens de A Família Brasil.


publicado por LUCIANO às 12:36