ANTÔNIO HOUAISS

Diplomata, filólogo e crítico literário fluminense. Dicionarista, responsável pela edição brasileira da Enciclopédia Mirador Internacional. Antônio Houaiss (15/10/1915-7/3/1999) nasce na cidade do Rio de Janeiro. Estuda contabilidade e letras clássicas e leciona latim, português e literatura antes de ingressar na carreira diplomática, em 1945. Abandona compulsoriamente a trajetória profissional em 1964, ao ter seus direitos políticos cassados pelo regime militar. Dirige o Ministério da Cultura do governo Itamar Franco em 1992. Toma posse como presidente da Academia Brasileira de Letras em 1995, vinte anos depois de ter sido eleito membro da instituição. Como filólogo, é convidado pela Enciclopédia Britânica do Brasil para editar a Enciclopédia Mirador Internacional, lançada em 1975. Escreve também, entre outras obras, Tentativa de Descrição do Sistema Vocálico do Português Culto na Área Dita Carioca (1959); The New Barsa Dictionary English and Portuguese (Nova York, 1964); Elementos de Bibliologia (1967); a primeira e celebrada tradução para o português do romance Ulisses, de James Joyce (1965); O Português no Brasil, Pequena Enciclopédia da Cultura no Brasil (1980); Dicionário Básico Escolar Koogan-Larousse (1981); Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Academia Brasileira de Letras (1981); Webster's Dicionário Inglês Português (1982); entre outras obras. Nos últimos anos, empenha-se em uma reforma ortográfica para unificar o português escrito e falado nos diversos países lusófonos e dedica-se à elaboração de um grande dicionário da língua portuguesa. Morre no Rio de Janeiro.



publicado por LUCIANO às 13:13