BRUNO BARRETO

Cineasta carioca (17/3/1955-). Realizador de filmes premiados, Bruno Villela Barreto é filho do casal de cineastas Lucy e Luiz Carlos Barreto. Aos 11 anos, faz o curta Três Amigos Nunca Se Separam, com o qual participa do 2º Festival Brasileiro do Filme Amador e ganha o prêmio Mais Jovem Diretor. Suas primeiras experiências em 35 milímetros se dão com dois curtas-metragens, A Bolsa e a Vida (1971) e A Emboscada (1972). Seu primeiro longa, Tati, a Garota (1972), representa o Brasil no Festival de Moscou. Dirige mais 12 filmes, entre eles A Estrela Sobe, que recebe o Prêmio Air France de Cinema de melhor diretor e melhor atriz, com Betty Faria; Dona Flor e Seus Dois Maridos (1978), que bate o recorde de público no Brasil, com 12 milhões de espectadores; O Beijo no Asfalto (1981); e Gabriela (1982). Em 1996 roda O Que É Isso, Companheiro?, indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 1997. O trabalho é inspirado no seqüestro do embaixador americano Charles Elbrick por guerrilheiros que lutavam contra a ditadura militar, em 1969. Casado com a atriz norte-americana Amy Irving, Bruno Barreto vive atualmente nos Estados Unidos (EUA). Em 1998, realiza Entre o Dever e a Amizade, obra com locações nos EUA e no Canadá, protagonizada por um elenco norte-americano e falada em inglês. Em 2000, lança sua superprodução Bossa Nova, com o ator Antônio Fagundes no papel de um advogado e sua mulher, Amy Irving, no papel de uma professora, e em 2003 a comédia Voando Alto, produção de Hollywood com a atriz Gwyneth Paltrow como protagonista.




publicado por LUCIANO às 07:55