Thomas Jefferson


Estadista norte-americano (13/4/1743-4/7/1826). Nasce em Shadwell, na Virgínia, em uma das mais importantes famílias do estado. Em 1767 forma-se em direito. Herda as terras do pai e casa-se, em 1772, com Martha Wayles Skelton. Aos 25 anos, é eleito para a Casa dos Burgueses, a primeira Assembléia Legislativa dos Estados Unidos, na qual permanece de 1769 a 1774. No ano seguinte, os colonos dão início à guerra pela independência dos EUA, que termina em 1781. Em 1776, Jefferson participa da comissão encarregada de redigir a Declaração de Independência dos Estados Unidos, que ele influencia com idéias do iluminismo. Em 1778 consegue pôr fim à importação de escravos, com o objetivo de atrapalhar o tráfico dominado pelos ingleses – a escravidão continua valendo nos EUA até 1865, e o próprio Jefferson tem 200 escravos. Embora fosse adversário da mistura racial, Jefferson mantém um caso de 38 anos com a escrava Sally Hemings, com quem se supõe que tenha tido sete filhos. Governa a Virgínia de 1779 a 1781 e, em 1785, é nomeado embaixador do novo país na França. Em 1796 é eleito vice do presidente John Adams e, em 1801, torna-se presidente da República. Funda a capital norte-americana, Washington, e adquire da França o território da Louisiana, o que garante a livre navegação no rio Mississippi. Reelege-se em 1804 e fica na Presidência até 1809. Retira-se então para Monticello, na Virgínia, onde morre.



publicado por LUCIANO às 10:06