AHMED BEN BELLA


Político argelino (25/12/1918-). Um dos líderes da independência da Argélia. Nascido em Oran, quando o país era então colônia francesa, Ahmed Ben Bella alista-se no Exército e luta pela França na II Guerra Mundial, chegando a receber medalhas. A partir de 1947, participa do movimento clandestino pela independência de seu país, a Frente de Libertação Nacional (FLN). Preso em 1950, foge dois anos depois e exila-se na Líbia, de onde organiza o desembarque de armas e tropas estrangeiras simpatizantes do movimento de libertação da Argélia. Capturado em 1956, só é libertado em 1962, quando o presidente francês Charles de Gaulle reconhece a independência argelina. Assume então o cargo de primeiro-ministro do governo de transição e, no ano seguinte, é eleito o primeiro presidente da República Democrática Popular da Argélia. Estabelece um governo de orientação socialista, nacionalizando empresas petrolíferas e propriedades abandonadas por colonos franceses. Em 1965, deposto por um golpe militar liderado por seu ministro da Defesa, coronel Houari Boumedienne, fica detido até 1979, quando a pena é relaxada para prisão domiciliar. Exila-se na Suíça em 1980 e lá vive por dez anos. Em 1990, retorna à Argélia, onde vive sem interferir mais na política do país. Em 2001, Ahmed Ben Bella visita a América do Sul pela primeira vez e participa de um encontro de líderes políticos da América Latina e do Oriente Médio no Rio de Janeiro.



tags:
publicado por LUCIANO às 09:01