FERNANDO PESSOA


Poeta português (13/6/1888-30/11/1935). Considerado o mais importante da língua portuguesa do século XX. Nasce em Lisboa e estuda na Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, para onde é levado pela mãe. Volta a Portugal e ingressa no curso superior de letras de Lisboa, que não chega a concluir. Trabalha como tradutor e correspondente estrangeiro de casas comerciais. Em 1915 participa da revista Orfeu, que lança o futurismo em Portugal. Cria inúmeras teorias estéticas e usa vários heterônimos para assinar suas obras. Os mais conhecidos são Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis, cada um com estilo e visão de mundo diferentes. Caeiro é naturalista e cético; Reis, um classicista, enquanto o estilo de Álvaro de Campos é associado ao do poeta norte-americano Walt Whitman. Entre seus poemas se destacam Tabacaria e Autopsicografia. É visto como um anti-romântico por opor-se à tradição lírica e sentimental da poesia portuguesa. Publica um único livro em vida, Mensagem (1934). Entre seus principais textos em prosa estão A Nova Poesia Portuguesa, Páginas de Doutrina Estética e Textos Filosóficos, todos lançados postumamente. Antes de sua morte, ocorrida em Lisboa, só tem o talento reconhecido pelos círculos da boêmia literária da capital portuguesa.



publicado por LUCIANO às 20:52