Mikhail Gorbachev


Estadista soviético (2/3/1931-), laureado com o Prêmio Nobel da Paz em 1990. Mikhail Serguéevich Gorbatchev nasce em Stavropol, na URSS, e estuda direito em Moscou. Casa-se em 1953 com Raísa Gorbacheva, com quem tem uma filha. Faz carreira no Partido Comunista da União Soviética (PCUS) e, em 1978, é eleito um dos secretários de seu Comitê Central. Em Moscou, torna-se braço direito de Iuri Andropov, o secretário-geral do PCUS. Em 1985, chega a secretário-geral e fortalece seu poder ao renovar a cúpula dirigente do partido. Durante o 27º Congresso do PCUS, em 1986, anuncia a perestroika (em russo, reestruturação) na economia e a glasnost (abertura e transparência) na política. As reformas são necessárias por causa da situação da economia soviética, à beira do colapso. Gorbatchev transfere parte do poder, antes centralizado pelo PCUS, para as assembléias das repúblicas que formam a URSS e liberta dissidentes, entre eles o físico Andrei Sakharov. Presidente da República eleito pelo Soviete Supremo em 1989, termina com a Guerra Fria entre a URSS e os Estados Unidos, assinando com o presidente norte-americano Ronald Reagan um acordo de destruição de armas nucleares. No ano seguinte, recebe o Prêmio Nobel da Paz. Em agosto de 1991, sofre uma tentativa de golpe por parte dos setores conservadores, mas retoma o poder em menos de 72 horas. Em dezembro do mesmo ano, a URSS vota sua autodissolução e Gorbatchev renuncia à Presidência. Desde então, faz conferências e escreve para vários jornais do mundo. Em 1992 cria a Fundação Gorbachev, um centro de estudos políticos e econômicos. No ano seguinte lança a Cruz Verde Internacional, que atua principalmente na área de educação ambiental. Em 2001 funda o Partido Social Democrata na Rússia, mas o deixa em 2004 após divergências com outros dirigentes. No mesmo ano recebe o prêmio Grammy de Melhor Álbum Falado para Crianças, junto com o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, e a atriz Sophia Loren.




publicado por LUCIANO às 08:21