Wilheim Konrad von Röntgen

Físico alemão (27/3/1845-10/2/1923). Prêmio Nobel de Física de 1901 pela descoberta dos raios X. Nasce em Lennep e estuda física na Holanda e na Suíça. De 1876 a 1900, dá aulas de física nas universidades de Giessen e de Würzburg, no país. Realiza nesse período, entre outros estudos, a pesquisa da condução de calor em cristais e de absorção do calor por diferentes gases. Em 1895 observa em suas experiências que os cristais de bário ficam fosforescentes quando ligados a um tubo de emissão de raios catódicos, ou seja, de elétrons, mesmo se o tubo estiver protegido por escudo de papel-cartão preto ou por folha de metal. Desvenda, assim, a existência de uma forma de radiação até então ignorada, de onda muito curta, responsável por fazer brilhar os cristais, a qual nomeia ondas de raios X. Pela descoberta, torna-se o primeiro cientista a ganhar o Prêmio Nobel de Física, em 1901 – ano em que o prêmio é estabelecido. Posteriormente, ele próprio demonstra a utilidade dos raios X na medicina e na metalurgia. Morre em Munique.

publicado por LUCIANO às 06:00