FRANÇOIS RABELAIS


Escritor francês (1493-9/4/1553). Autor da epopéia heróico-cômica de Gargantua e Pantagruel. Nasce em La Devinière e recebe formação clássica. Entra para a Ordem Menor dos Franciscanos, transferindo-se para a dos Beneditinos (1525). Ordenado padre, viaja pelo interior da França e entra em contato com os dialetos, as lendas e os costumes que influenciarão sua obra. Abandona o hábito em 1530 e estuda medicina em Montpellier. Forma-se em 1537 e trabalha como médico em Lyon e Turim. Publica o primeiro volume de sua obra clássica em 1532, provocando escândalo entre os intelectuais e teólogos da época. Os personagens, Pantagruel e seu pai, Gargantua, são gigantes de apetite imenso. Rabelais descreve com detalhes o exercício das funções naturais por seus personagens, o que é considerado obsceno e grotesco. Critica a estagnação medieval, atacando a Igreja e as convenções sociais. Antipuritano convicto, cultiva o ideal de harmonia entre o homem e a natureza e alimenta o sonho de uma reforma liberal na Igreja e nos costumes. É considerado herege pelos católicos e radical demais pelos protestantes. Morre em Paris.



publicado por LUCIANO às 12:50