MARGARETH THATCHER - Estadista britânica

Estadista britânica (13/10/1925-). Nasce em Grantham e forma-se em química na universidade de Oxford em 1947. Trabalha como pesquisadora na área até 1951, quando se casa com Denis Thatcher. Em 1953, começa a estudar direito. Em 1959, elege-se deputada pelo Partido Conservador. Em 1970, torna-se secretária de Estado da Educação e Ciência no gabinete do primeiro-ministro Edward Heath, cargo no qual permanece até 1974. Um ano depois, assume a liderança dos conservadores e, quatro anos mais tarde, vence as eleições para o cargo de primeira-ministra do Reino Unido. Privatiza empresas estatais e reduz o déficit público, tornando-se um dos expoentes do neoliberalismo nos anos 80. Em 1981, enfrenta com frieza uma greve de fome de militantes do Exército Republicano Irlandês (IRA), o que lhe vale o título de Dama de Ferro. Em 1982, o Reino Unido derrota a Argentina na Guerra das Malvinas, em que os dois países disputam o controle das ilhas Malvinas. Fortalecido, o Partido Conservador vence as eleições e Thatcher é mantida no cargo. Em 1987, tem nova vitória eleitoral, mas sua popularidade começa a declinar. Sua objeção à entrada do Reino Unido na Comunidade Européia (atual União Européia) gera oposição entre os conservadores, que a derrubam da liderança do partido. Renuncia em 1990. Hoje é conferencista, com honorários de até 100 mil dólares por palestra. Em 1998, visita o ex-ditador chileno Augusto Pinochet, preso em Londres, a quem oferece solidariedade. No ano seguinte participa da festa promovida pelo presidente Vaclav Havel para comemorar os 10 anos da chamada Revolução de Novembro, ou "de Veludo", movimento pacífico que em 1989 derrubou o regime socialista na Tchecoslováquia (posteriormente dividida em dois países, República Tcheca e Eslováquia) e se estendeu a todo o leste europeu. Em 2002, aos 76 anos, sofre um leve derrame cerebral, mas recupera-se logo e volta ao trabalho de conferencista.



publicado por LUCIANO às 06:35