CHACRINHA


Comunicador de rádio e televisão pernambucano. Apresentador de programas de auditório, sucesso na TV dos anos 50 aos 80. José Abelardo Barbosa de Medeiros (20/1/1916-30/7/1988) nasce na cidade de Surubim e, aos 10 anos, muda-se com a família para Campina Grande, na Paraíba. Aos 17 anos vai estudar no Recife. Começa a cursar faculdade de medicina em 1936 e, no 3º ano, tem seu primeiro contato com o rádio ao dar uma palestra sobre alcoolismo. Interrompe os estudos e vai para o Rio de Janeiro, onde se torna locutor na Rádio Tupi. Em 1943 lança na Rádio Fluminense um programa de músicas de Carnaval chamado Rei Momo na Chacrinha, que faz muito sucesso. Passa então a ser conhecido como Abelardo Chacrinha Barbosa. Em 1956 estréia na televisão com o programa Rancho Alegre, na TV Tupi, na qual começa a fazer também a Discoteca do Chacrinha. Em seguida vai para a TV Rio e, em 1970, é contratado pela Rede Globo. Dois anos depois volta para a Tupi. Em 1978 transfere-se para a TV Bandeirantes e, em 1982, retorna à Globo. Alcança grande popularidade com seus programas de calouro, nos quais apresenta-se com roupas engraçadas e espalhafatosas, aciona uma buzina de mão para desclassificar os calouros e emprega um humor debochado, utilizando bordões e expressões que se tornariam populares, como "Terezinha!", "Vocês querem bacalhau?" e "Quem não se comunica, se trumbica!". Anualmente, lança em seu programa uma marchinha para o Carnaval. Conhecido como Velho Guerreiro, em 1987 é homenageado pela escola de samba carioca Império Serrano. Morre de infarto aos 72 anos, no Rio de Janeiro.



tags:
publicado por LUCIANO às 19:22