mais sobre mim

tags

todas as tags

Visitas Hoje

Sexta-feira, 07 DE Março DE 2008

ALEXANDRE, O GRANDE


Rei da Macedônia (356 a.C.-13/6/323 a.C.). Filho do rei Felipe II e da rainha Olímpia, nasce em Pela, antiga capital da Macedônia, região no norte da Grécia. Sob a influência do filósofo Aristóteles, seu preceptor dos 13 aos 16 anos, passa a apreciar filosofia, medicina e ciências. Enquanto Felipe II está fora em uma expedição bélica, Alexandre lidera uma expedição à atual Bulgária, vence os bárbaros locais e erige sua primeira cidade, Alexandrópolis. Pela façanha, torna-se general do Exército do pai com 16 anos. Assume o trono aos 20 anos, após o assassinato de Felipe. Nos 13 anos de reinado, Alexandre, também conhecido como Magno (do latim grande), cria o império mais extenso até então. Domina a Grécia, a Palestina e o Egito, anexa a Pérsia e a Mesopotâmia e chega à Índia. Organiza o Império Macedônico em nove reinos e funda mais de 70 cidades, várias com o nome de Alexandria, que servem para o intercâmbio comercial com China, Arábia, Índia e interior da África. Dessas, a mais famosa é a localizada no delta do rio Nilo, no Egito. As conquistas de Alexandre propagam a cultura grega no Oriente. A criação da biblioteca de Alexandria, com 700 mil volumes, transforma a cidade em centro irradiador da cultura helenística. Alexandre casa-se com Roxana, com quem tem um filho, Alexandre Aegus. Morre aos 33 anos, de febre, na Babilônia.



publicado por LUCIANO às 10:48
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CIRO, O GRANDE


Rei da Pérsia (590/580? a.C.-529 a.C.). Iniciador da dinastia dos aquemênidas. Educado na infância por pastores e na juventude por um guerreiro, torna-se chefe das tribos da Pérsia (atual Irã), em 548 a.C., ao submeter o povo dos medas, que viviam na mesma região. Busca terras férteis para instalar seu povo, em rápido crescimento populacional. Funda o Império Persa em 539 a.C., quando conquista o vizinho Império Babilônio, na região que hoje é o Iraque. Considerado mestre da estratégia militar, organiza um exército eficiente, que utiliza a tática de assalto, com arqueiros montados e maciço combate de soldados. Conquista depois o reino da Lídia, as colônias gregas da Ásia Menor e chega até as margens do rio Indo, na Índia. Respeita os costumes e a religião dos vencidos e com isso garante a estabilidade do império. Sua política de tolerância religiosa com os povos conquistados é mencionada na Bíblia, em que aparece como o soberano que libertou os judeus ao conquistar a Babilônia. É sucedido pelo filho Cambises I, que expande o império ao conquistar o Egito.



tags: ,
publicado por LUCIANO às 13:51
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

CONSTANTINO I, O GRANDE

Imperador romano (27/2/280-22/5/337). Primeiro soberano da Roma Antiga a professar o cristianismo. Flavius Valerius Constantinus nasce em Naísso (atual Nis, na Iugoslávia), filho de Flavius Valerius Constantinus, um oficial do Exército, e de sua mulher, ou concubina, Helena. Passa a juventude na corte do imperador Diocleciano e, em 305, junta-se ao pai, que havia sido nomeado césar do Ocidente, ou vice-imperador. Após sua morte, em 306, é aclamado imperador pelas legiões sob comando do pai. Em 313 converte-se ao cristianismo e exorta os súditos a se converter. Extingue as lutas de gladiadores e proíbe a morte dos escravos, o adultério e o concubinato. O título de imperador não é reconhecido em Roma, governada na época pelo sistema de tetrarquia, que não admite a sucessão hereditária. Constantino disputa o título com Maxêncio, Maximino e Licínio, com quem se alia para vencer os adversários. Os dois dividem o Império até 324, mas as perseguições movidas por Licínio aos cristãos levam os antigos aliados à guerra. Constantino vence e torna-se, a partir de 325, o único mandatário romano. Transforma Bizâncio (hoje Istambul, na Turquia) na capital do Império, mudando seu nome para Constantinopla em 330. Em virtude de suas convicções religiosas, defende que uma igreja dividida ofenderia o Deus cristão, o que atrairia a vingança divina sobre o Império Romano e sobre ele mesmo.

publicado por LUCIANO às 10:58
Sexta-feira, 29 DE Fevereiro DE 2008

DÁRIO, O GRANDE


Imperador persa (550 a.C.-486 a.C.). Um dos principais governantes do Império Persa, fundado por Ciro, o Grande. Assume o trono em 521 a.C., após derrotar a casta de sacerdotes que assumira o poder. Dá continuidade aos planos de hegemonia universal de Ciro. Em seu governo, o Império Persa atinge a extensão máxima, chegando até a Índia. Conquista a Trácia e a Macedônia, regiões contíguas à Grécia, mas fracassa na tentativa de submeter os gregos e é derrotado na Batalha de Maratona. Também como Ciro, procura respeitar a liberdade de culto religioso e os costumes dos povos dominados. Considerado um gênio administrativo, reestrutura o império, dividindo-o em 20 regiões denominadas satrapias, com relativa autonomia mas subordinadas ao poder central. Constrói estradas que ligam essas unidades administrativas a Susa, capital do reino, onde reside o soberano. A "estrada real" entre Sardes e Susa, por exemplo, tem 2,5 mil quilômetros de extensão. Realiza importantes obras arquitetônicas em Susa: restaura fortificações, constrói um enorme salão de audiências e um palácio residencial.



publicado por LUCIANO às 07:07

pesquisar

 

Março 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • quando cipriano sai da cadeia pq ele decide ir par...
  • Acabei de ler "As Regras do Tagame":http://numadel...
  • Boa iniciativa, a de publicar biografias relevante...
  • O Barão de Cotegipe é um grande pers...
  • este é o escultor victor brecheret, não é aldo bon...
  • Para saberem mais sobre Ledoux sigam este link:htt...
  • Caro amigo, esta "biografia" do sr.Amador Aguiar e...
  • CIRO, O GRANDE!!!!!!!!!!!!WHITE PRIDE!!!!!!!!!!!!w...
  • Muito interessante!Tenho um texto muito parecido n...
  • your blog is really good! http://sot77.blogspot.co...

Posts mais comentados

arquivos

Feedjit

Visitantes

blogs SAPO


Universidade de Aveiro